18 Aninhos E Sentando Com Força

18 Aninhos E Sentando Com Força

18 Aninhos E Sentando Com Força

Como eu estava sozinho também, pois minha esposa trabalhava, sai para colocar o lixo na rua no mesmo momento dela…todos os vizinho já havia saido para trabalhar, pois passava da 9 da manhã…saí só de shorts e quando olhei pro outro lado da rua ela estava com uma blusinha decotada e sem nada e um shortinho curtinho e agarradinho. Mas… como era gostoso aquilo, sua mãe chupava melhor que as namoradinhas que ele arrumava. E com força aplicada em ambas as direções aquela bundinha pequena, mas macia e durinha, começou a estalar com o choque de cada metida. Ele deve ter notado como eu estava molhada. Até que perguntei pra ele se tinha coragem de me comer.

Então lembrei de um jovem que faz entregas para a farmácia do bairro onde moro. Comecei a conversar com alguns rapazes, uns tinham um papo legal e outros estava bem claro que só queriam safadeza, fui conversando com os cara legais e cheguei a passar meu whatsapp pra alguns deles. ""Depois de uns 10 minutos sentando e rebolando.

Meu pau não arriava de jeito nenhum, duro como uma tora, e eu o enfiava todo naquele rego gostoso. Eu sempre fui muito apegado com meu pai, desde sempre.

– Vou sempre lembrar de ser enrabado tão gosto. Na primeira fila da sala, seus olhos não demoram para encontrar uma jovem morena de aproximadamente 18 aninhos, uma criança quase. Então decidi avançar um pouco e brincar com meus dedos no seu rabão enquanto chupava seu pau.

Ela notou o rosto dele pelo reflexo do espelho e se levantou devagar, passou a mão no corpo.

Izabela era 2 anos mais velha que eu, na época, eu tinha 14. Só olhar não pegava nada. Parei no fundo pra me acostumar com o escuro, e logo ali do meu lado vi um cara mais velho batendo punheta e olhando pra mim.

-Vai beber tudo tia? Por que se babar ele bate na gente sabia? Cansei de apanhar por que ele gosa muito e me babo toda.