A Bunda Mais Gostosa Do Mundo

visualizações

16 seg

Categoria:

Tag: , , , , , , , , , , , , , , ,

A Bunda Mais Gostosa Do Mundo

A Bunda Mais Gostosa Do Mundo

Eu com a maior vergonha e eles rindo de mim. Ao chegar no quarto a coroa gostosa já foi me jogando em direção a sua cama e falando que iria me dominar na cama e fazer com que eu tivesse uma tarde inesquecível.

– NÃO!– E aí, minha dúvida é se vc gostou da minha calcinha, o que achou?"Depois que ele foi na minha casa pedir a momha se podia namorar comigo (foi muito humilhante) ela deixou, na hora eu espantei pq tinha aquele papo que eu do podia namorar qua do tivesse 18 anos e tals…Mais deixei pra lá, no dia seguinte todo mundo ja tava sabendo inclusive as amigas que ficaram morendo de raiva rsrs. O que para mim foi mais um “golpe”, ao ver aquela bunda linda, com o biquini destacando os contornos. Eu estava de bermuda e camiseta regata, peguei a mangueira, estiquei ela e fui paar o quarto cheio de tesão e fantasias, tirei minha bermuda e cueca e fiquei só de camiseta longa que mais parecia um vestidinho.

Olha, é uma pena vocês não serem mulheres para saber a sensação maravilhosa que é ter dois homens à sua disposição. No início nem parecia ser você. E, claro, a “aula extra e particular” terminou com ela o cavalgando, ali mesmo no Studio.

Parou numa banca de revistas, perguntou se tinham um mapa da cidade (naquela época ainda não existia o Google maps…), tinha, ele comprou, entrou no carro e ficou tentando encontrar o que precisava.

) Os dois eram seus amigos, e até ali nada do que acontecerá a ofendera ou fora ruim.

Enquanto dirigia passava a mão nos meus cabelos sempre me elogiando, até que em um dado momento ele pousou a mão sobre minha coxa. Fomos intensificando nossos movimentos, ora devagar, sentindo cada pedacinho dos nossos corpos e ora mais rápido acelerando nossa respiração, naquela mesmo posição fui sentando no sofá, mantendo-a sobre mim para que pudesse cavalgar com vontade, mantendo sua buceta preenchida e bem lubrificada, até ficar de 4 no sofá e levar vara enquanto segurava seu quadril cadenciando nossos movimentos.