Amador Brasileiro Empregada Pelada Rebolando Pelada Mostrando O Cuzinho E A Buceta Para Amigos E Corno Filmando De José Bonifácio

38 seg

Categoria:

Tag:

visualizações

38 seg

Categoria:

Tag:

Amador Brasileiro Empregada Pelada Rebolando Pelada Mostrando O Cuzinho E A Buceta Para Amigos E Corno Filmando De José Bonifácio

Amador Brasileiro Empregada Pelada Rebolando Pelada Mostrando O Cuzinho E A Buceta Para Amigos E Corno Filmando De José Bonifácio

Ele queria que fizesse um filme erótico amador, onde ele seria o diretor e câmera, e eu seria sua atriz principal. Gozei dentro da buceta dela em poucos minutos de cavalgada mas ela não quis saber, continuou cavalgando até se satisfazer completamente, cada vez gemendo mais e cavalgando com mais força. minha tia que se chama Josélia corpinho sarado, peitos e bunda grande, uma mulher muito excitante apesar de sua idade nos auge dos 40 e de seus dois filhos.

-Acho que vai ter que se aliviar sozinha, olha só como está molhada… – ele sorria, me filmando, entendi o que ele queria… Comecei a me masturbar na frente dos dois, que se masturbavam me vendo faze-lo também… No final, acabei toda molhada e respirando ofegante.

comEu levantei Claudia virei ela de costa para mim, inclinei ela um pouco e fui colocando meu pau na buceta dela, quando entrou fiquei segurando só na cintura dela, e socando bem gostoso, ela começou a gemer, e falar bem baixinho, eu não entendia direito, só sei que depois de algum tempinho a Marcelinha, veio tirou ela de mim, me fez sentar na cadeira, ficou de costa, segurou no meu pau e foi colocando na buceta, Cladia, ficou me beijando no começo, depois foi nos peitinhos de Marcelinha, chupava, mordia, puxava o cabelo dela, e Marcelinha começou a gozar, gemia, pedia mais, pedia para Claudia dar tapas nelas, Claudia, dava devagarzinho, Marcelinha rebolando, ficou com as pernas moles, saiu de cima de mim, pegou Claudia colocou de quatro em outra cadeira me chamou, deu uma chupada no meu pau e falou para a Claudia.

Acabamos dormindo bêbadas e peladas. Outro dia conto outras coisas que fiz com ele e os amigos que ele convidou.

"No ano de 2013, final de novembro, minha empregada Mara se separou do marido e pediu precisou trazer algumas coisas de casa aqui pro apartamento por um tempo.

Na segunda garrafa, bêbado, pensei se a a Má ta sem calcinha e elas não trouxeram malas,ela dormia pelada.

FOI ENTÃO QUE ELA SE LEMBROU DE UMA MÁGICA QUE APRENDERA COM UMA COLEGA E IA ME MOSTRAR, SENTOU-SE NO SOFÁ E ME CHAMOU PARA SENTAR PERTO DELA, PEGOU ENTÃO DE SUA PASTA UMAS RODAS DE PAPEL COLORIDO E ME MOSTROU, QUANTAS RODAS TENHO AQUI NA MINHA MÃO/, 3 RESPONDI, MUITO LEVOU AS MÃOS AS COSTAS E VOLTOU APENAS COM DUAS, A OUTRA SUMIRA, ONDE ESTÁ A VERMELHA? VOCÊ ESCONDEU CLARO, ENTÃO ELA SE LEVANTOU TODA A VONTADE DEIXANDO A MOSTRA AS COXAS LINDAS E A CALCINHA MINÚSCULA, OLHEI NO SOFÁ E NÃO VI NADA, ENTÃO PENSEI EM APROVEITAR A BRINCADEIRA PARA COMEÇAR MEU ATAQUE, VOCE ESCONDEU NA ROUPA FALEI, NÃO, PODE OLHAR, LEVANTOU A BUSINHA MOSTRANDO OS MALDITOS SULTIANS, QUE COISA HOROROSA, EU OLHANDO DISSE EU ODEIO ESSE TROÇO SABIA? O QUE PERGUNTOU ELA COM CARINHA DE SAFADA, MEUS SEIOS? NÃO AMOR ESSE TROÇO AQUI LEVEI A MAÃO E TOQUEI SEU PEITINHO POR CIMA DO PEQUENO SULTIAN, NÃO SEJA POR ISTO E ARRANCOU-O DE UMA SÓ VEZ LIBERANDO AQUELES DOIS SEIOS LINDOS, PEQUENOS E DURINHOS, AINDA NÃO ESTAVAM TOTALMENTE FORMADOS, NÃO ME CONTIVE E PEGUEI-OS COM MUITO CARINHO, SENTINDO SUA FIRMEZA, ELA NÃO ESBOÇOU NENHUMA REAÇÃO.

Ela então se deitou de lado,e bem devagar fui enfiando meu pau no cuzinho da Letícia. – Não tem jeito, papi…os amantes europeus não são como os brasileiros… aliás, não são como você, o melhor de todos.

Da cozinha vejo minha amada noivinha mamando um caralho enorme do meu tio, ela já sem a parte de cima do biquini, não aguento de tanto T, e começo a me masturbar ali mesmo vendo aquela cena que sempre sonhei, até que minha noiva vê e me chama, mandando que me aproximar, assim que saio da cozinha escuto a Julia falando para sentar-me junto dela em uma espreguiçadeira, quase morro de vergonha mas vou, e assim que me sento escuto ela dizer, nossa , tudo isso é T em ser corno e cai na risada.