Batendo Uma Punheta Para O Til Safado

66 seg

Categoria:

Tag: , , , , , , , , , , , ,

visualizações

66 seg

Categoria:

Tag: , , , , , , , , , , , ,

Batendo Uma Punheta Para O Til Safado

Batendo Uma Punheta Para O Til Safado

Mas não conseguia ficar tranquila, então resolvi ligar na empresa e disfarcei e perguntei se o Marcelo, pai do meu namorado estava la, a secretaria disse que tinha saído a pouco tempo e que voltaria somente no próximo dia, então falei que era uma cliente e que depois voltaria a ligar, meu tesão foi millllll, juntou consciência pesada excitação ao mesmo tempo, estava deitada de costas pra janela então peguei meu celular e pelo vidro comecei a observar se via algum movimento no rumo da janela, pra minha surpresa, a janela estava um pouco mais aberta e pude ver que tinha um movimento, com certeza era meu sogro, com medo e tesão resolvi ficar ali tomando sol e com certeza meu sogro estava apreciando meu bumbum quase nu, e ele estava a uns 4 metros de mim, pois a janela não ficava distante de onde estava tomando sol, então tive a ideia de dar um zumm e firmar disfarçadamente no rumo da janela, coloquei meu celular do meu lado e deixei filmando por mais ou menos 4 minutos, ao conferir as imagens pude ter a certeza, era meu sogro, estava com camisa branca como tinha visto quando fui pegar a chave, e para minha surpresa na filmagem do celular dava pra ver que ele estava se masturbando pelo movimento do braço, minha bucetinha molhou na hora, tesão a flor da pele, sabia que estava somente nos dois, a vergonha tinha acabado e a vontade de ser possuída era enorme, resolvi tomar uma ducha e com óculos escuro, fiquei olhando disfarçadamente ele me olhando pela fresta da veneziana, quando entrei debaixo da ducha comecei a passar a mão pelo meu corpo, fiquei de costa pra ele e com meu biquíni totalmente enfiado, pois era somente um fio atrás inclinei o corpo como se fosse lavar meus pés e abri sutilmente as pernas pra ele apreciar bem, senti o fio do biquíni entrar no meu cuzinho e na minha bucetinha, quando caminhei em direção ao local que estava deitada, percebi que o biquíni tinha deixado os lábios da minha bucetinha de fora, e os bicos do meus seios estavam quase furando o fino e estreito tecido da parte de cima do biquíniEntão deitei virada pra cima e abri as pernas pra ele olhar a norinha cheia de tesão, olhei pra minha bucetinha toda depiladinha exposta pro meu sogro, estava louca de tesão, de óculos escuro fiquei so olhando meu sogro movimentando dentro do quarto, com certeza ele estava massageando o enorme cacete, que segundo seu filho falou que ele possuía, de repente meu namorado liga, eu atendo e ele pergunta como estava tomando sol, falei que estava pegando fogo de tanto tesão que o biquíni tinha me deixado muito tesuda que estava louca pra ele voltar para transarmos, meu namorado enlouqueceu do outro lado da linha, ai tirei uma foto do meu corpo com o biquíni deixando toda minha xaninha de fora, quando ele recebeu a foto ele disse nossaaaaaaa, que tesão, ai ele falou cuidado que meu pai chega as 18:00h e se ele te ver aí desse jeito vai pegar mal, então eu disse vai pegar mal mesmo pois estou 99% nua esses biquínis são uma loucura, e pior que adorei usar, ele sorriu e disse, mas cuidado com meu pai, então eu perguntei se ele me visse assim será que ele ia gostar, meu namorado respondeu se ta louca pela foto levanta um cacete até de um velhinho de 100 anos, aí eu brinquei será que levanta mesmo, e se o velhinho for pintudo igual seu pai, aí ele sorriu e disse , qualquer pau, ai ele emendou meu pai há dois meses tava pegando uma moça aí em casa e fudeu ela tanto tempo que fiquei ate com inveja, a moça gemia e gritava tanto que acabei batendo uma, aí chamei ele de safado, e terminamos a conversa, minha xaninha toda olhadinha de tesão e meu sogro so me filmando pelo quarto, então resolvi provocar pulei na piscina dei uns mergulhos deixando meu bumbum pra fora da água e quando sai fiquei de quatro com a bunda bem empinada em direção ao meu sogro, fiquei nessa posição uns 30 segundo e comecei a passar bronzeador pelo corpo, de repente ouvi uns gemidos fortes e abafados vindo do quarto, era meu sogro gozando gostoso, então não aguentei de tesão e fui para o banheiro e bati uma,e tive um orgasmo intenso, imaginando meu sogro gostoso pintudo me fudendo, depois voltei recolhi minhas coisas e fui embora. Ele chupava tanto mas tanto meu grelo que ele ficou inchadinho e minha xotinha toda desbeiçada, eu não conseguia parar de olhar pra ele lá embaixo se deliciando com a minha buceta carnuda e molhada, ele começou a meter dois dedos na minha xaninha enquanto me chupava até sair caldo, eu comecei a rebolar nos dedos dele, e assim seguimos por mais dez minutos, ele levantou quando ouviu uma batida na porta do banheiro, era minha mamãe perguntando se eu estava ali, ele safado, tirou o pau pra fora uma rola grossa preta, e com o cabeção meladinho, e mandou eu ficar de quatro eu não podia pq lá fora estava minha mãe, ele me colocou apoiada na pia, e com o bundão empinado pra ele, e começou a meter no meu rabinho virgem, ele safado um cachorro se aproveitou que eu não podia gritar de jeito nenhum e começou a me enrabar sem dó nem piedade, eu mordia meus braços pra não gritar, ele socava e eu sentia minhas preguinhas do cu apertado se abrirem, a dor foi amenizando e a ideia de saber que eu tava sendo fodida enrabada por um macho gostoso, safado, e experiente lá dentro do banheiro enquanto meus pais estavam lá fora me procurando me deixou mais excitada, todos preocupados comigo e eu dando meu rabo gostoso, foi quando eu ouvi meu pai gritar meu nome desesperado, ligava pro meu celular que tinha ficado no meu quarto, e nisso eu senti a porra quente e gostosa do negão caralhudo escorrer cuzinho à baixo… que transa gostosa, pena que foi rápido, mas vamos marcar a próxima""Depois que minha mãe saiu ficamos vendo filmes e ele sempre me olhava. VOCE VAI FICAR AQUI E ME FAZER COMPANHIA, TUDO BEM ASSISTI O JORNAL E RESOLVI IR PARA O MEU QUARTO, NÁO ESTAVA COM SONO E FIQUEI DEITADO ESPERANDO PARA VER O QUE IA ACONTECER, NÁO DEMOROU MUITO ELA BATEU LEVEMENTE NA PORTA QUANDO IA MANDAR QUE ENTRESSE ELA ENTROU, ESTAVA COM UMA SAINHA CURTA E UMA BUSINHA COM UMA CARREIRA DE BOTÓES , ENTROU E SE AJOELHANDO AO LADO DA CAMA FICOU CONVERSANDO COMIGO, NOTAVA-SE QUE ESTAVA NERVOSA POIS FALAVA COISAS DESCONEXAS, DE REPENTE SE LEVANTOU E DISSE HI TEM MOSQUITO AQUI E COME;O A PERSEGUIR UM MOSQUITO QUE EU NÁO VIA, E ENXERGO MUITO BEM, SEGUIA SUA PRESA E DE REPENTE SUBIU NA CAMA E LEVANTOU OS BRACOS NO GESTO TIPICO DE QUEM MATA UM MOSQUITO, HOJE NÁO QUERIA MOSTRAR S[O OS SEIOS, ENXERGUEI SUA CALCINHA MINUSCULA, ENTERRADA NO REGUINHO, DEPOIS COM A MAIOR SIMPLICIDADE SENTOU-SE NOS P[ES DA CAMA COM AS PERNAS CRUZADAS E BEM ABERTAS E CONTINUOU FALANDO COISAS SEM SENTIDO, EU PUXEI UM LENCOL E ME COBRI, TAMBEM SOU MUITO CARA DE PAU NESTE ASSUNTO, SEM NENHUM CUIDADO LEVEI A MÁO AT[E A BRAGUILHA ABRI O FECHO FAZENDO BARUNHO CARACTERISTO E TIREI O PAU PARA FORA, ESTE J[A ESTAVA BEM DURO, COMECEI UMA LEVE PUNHETA, DEVAGAGAR MAS DEIXAVA QUE O LENCOL SUBIA E DESCIA PARA ELA NOTAR O QUE EU ESTAVA FAZENDO, FALA ALGUMA COISA COM ELA MAS NÁ DESGRUDAVA OS OLHOS DA SUA CALCINHA, NOTEI QUE O VOLUME ERA PEQUENO, ELA TAMBEM FIXAVA O LENCOL SUBINDO E DESCENDO E EM DETERMINADO MOMENTO PERGUNTOU, EST[A QUENTE, PORQUE NÁO SE DESCOBRE, EU ENTÁO OLHANDO-SINICAMENTE FELEI POR QUE VOCE NÁO FAZ ISTO PRA MIM, FACO SIM E PEGOU O LENCOL PUXANDO-O DE UM S[O GOLPE ME DEIXANDO COM O PAU NA MÁO DURO COMO UM FERRO, NOSSA COMO [E GRANDE O DO VENANCIO [E A METADE TALVEZ POR ISTO QUE NÁO ME DA PRAZER, E FOI LOGO SEGURANDO O FERRO, PUXEIA PARA MIM PEGUEI SEUS PEITINHOS QUE A TANTO TEMPO QUERIA PEGAR ACARICIEI BASTANTE DEPOIS LEVEI A MÁO ENTRE SUAS COXAS E ENDIEI DENTRO DA CALCINHA, REALMENTE ERA PEQUENA A BUCETINHA DELA, MAS LISINHA COMO EU GOSTO, APESAR QUE MINHA MULHER J[A TINHA ME DADO TODAS AS DICAS, TOMARAM BANHO JUNTAS V[ARIAS VEZES, E ELA SEMPRE DIA SE CONSEGUIR COMER A RAISA VOCE VAI GOSTAR MUITO DA BUCETA DELA E PEGUENA E MUITO INCAHADA E PARECE ESTAR SEMPRE COM TEZÁO, COMECAMOS A NOS APERTAR E ELA J[A GEMIA COMO SE ESTIVESSE SENDO COMIDA, DE REPENTE EU A SEGUREI PELOS OMBROS E PERGUNTEI, VOCE ACHA QUE O VENANCIO MERECE ISTO, ELA RESPONDEU NÁO S[O MERECE COMO FACILITOU AS COISAS PRA N[OS BOBINHO, DEPOIS EU CONTO TUDO PRA ELE E QUASE MORRE DE EXCITACÁO, [E QUANDO ME COME GOSTOSO, QUANDO TENHO ALGO PRA CONTAR PRA ELE.