Branquinha Cavalgando Cheia De TesÃo

2 min

Categoria:

Tag: , , , ,

visualizações

2 min

Categoria:

Tag: , , , ,

Branquinha Cavalgando Cheia De TesÃo

Branquinha Cavalgando Cheia De TesÃo

com"Ai minha esposa saio de cima do roger e patricia que estava vestida ainda so tirou a calca jeans e sentou de frente no pau dele e ficou cavalgando e minha esposa me deu um beijo e falou ta contente amor vendo tua gata dando pra aquele macho ali e saio.

O bombeiro fodia sua buceta com vigor, em um vai-e-vem cadenciado, dizendo: Você tem muita sorte de ter uma mulher gostosa e safada como essa, com essa sua bunda redondinha e branquinha, com a marquinha de biquíni fio dental que a deixa mais instigante e com vontade de foder sua buceta cada vez mais, você deve fodê-la muito, mantê-la safada assim, com muita pica, percebi lá fora que vocês são um casal muito safado.

Mas não conseguia ficar tranquila, então resolvi ligar na empresa e disfarcei e perguntei se o Marcelo, pai do meu namorado estava la, a secretaria disse que tinha saído a pouco tempo e que voltaria somente no próximo dia, então falei que era uma cliente e que depois voltaria a ligar, meu tesão foi millllll, juntou consciência pesada excitação ao mesmo tempo, estava deitada de costas pra janela então peguei meu celular e pelo vidro comecei a observar se via algum movimento no rumo da janela, pra minha surpresa, a janela estava um pouco mais aberta e pude ver que tinha um movimento, com certeza era meu sogro, com medo e tesão resolvi ficar ali tomando sol e com certeza meu sogro estava apreciando meu bumbum quase nu, e ele estava a uns 4 metros de mim, pois a janela não ficava distante de onde estava tomando sol, então tive a ideia de dar um zumm e firmar disfarçadamente no rumo da janela, coloquei meu celular do meu lado e deixei filmando por mais ou menos 4 minutos, ao conferir as imagens pude ter a certeza, era meu sogro, estava com camisa branca como tinha visto quando fui pegar a chave, e para minha surpresa na filmagem do celular dava pra ver que ele estava se masturbando pelo movimento do braço, minha bucetinha molhou na hora, tesão a flor da pele, sabia que estava somente nos dois, a vergonha tinha acabado e a vontade de ser possuída era enorme, resolvi tomar uma ducha e com óculos escuro, fiquei olhando disfarçadamente ele me olhando pela fresta da veneziana, quando entrei debaixo da ducha comecei a passar a mão pelo meu corpo, fiquei de costa pra ele e com meu biquíni totalmente enfiado, pois era somente um fio atrás inclinei o corpo como se fosse lavar meus pés e abri sutilmente as pernas pra ele apreciar bem, senti o fio do biquíni entrar no meu cuzinho e na minha bucetinha, quando caminhei em direção ao local que estava deitada, percebi que o biquíni tinha deixado os lábios da minha bucetinha de fora, e os bicos do meus seios estavam quase furando o fino e estreito tecido da parte de cima do biquíniEntão deitei virada pra cima e abri as pernas pra ele olhar a norinha cheia de tesão, olhei pra minha bucetinha toda depiladinha exposta pro meu sogro, estava louca de tesão, de óculos escuro fiquei so olhando meu sogro movimentando dentro do quarto, com certeza ele estava massageando o enorme cacete, que segundo seu filho falou que ele possuía, de repente meu namorado liga, eu atendo e ele pergunta como estava tomando sol, falei que estava pegando fogo de tanto tesão que o biquíni tinha me deixado muito tesuda que estava louca pra ele voltar para transarmos, meu namorado enlouqueceu do outro lado da linha, ai tirei uma foto do meu corpo com o biquíni deixando toda minha xaninha de fora, quando ele recebeu a foto ele disse nossaaaaaaa, que tesão, ai ele falou cuidado que meu pai chega as 18:00h e se ele te ver aí desse jeito vai pegar mal, então eu disse vai pegar mal mesmo pois estou 99% nua esses biquínis são uma loucura, e pior que adorei usar, ele sorriu e disse, mas cuidado com meu pai, então eu perguntei se ele me visse assim será que ele ia gostar, meu namorado respondeu se ta louca pela foto levanta um cacete até de um velhinho de 100 anos, aí eu brinquei será que levanta mesmo, e se o velhinho for pintudo igual seu pai, aí ele sorriu e disse , qualquer pau, ai ele emendou meu pai há dois meses tava pegando uma moça aí em casa e fudeu ela tanto tempo que fiquei ate com inveja, a moça gemia e gritava tanto que acabei batendo uma, aí chamei ele de safado, e terminamos a conversa, minha xaninha toda olhadinha de tesão e meu sogro so me filmando pelo quarto, então resolvi provocar pulei na piscina dei uns mergulhos deixando meu bumbum pra fora da água e quando sai fiquei de quatro com a bunda bem empinada em direção ao meu sogro, fiquei nessa posição uns 30 segundo e comecei a passar bronzeador pelo corpo, de repente ouvi uns gemidos fortes e abafados vindo do quarto, era meu sogro gozando gostoso, então não aguentei de tesão e fui para o banheiro e bati uma,e tive um orgasmo intenso, imaginando meu sogro gostoso pintudo me fudendo, depois voltei recolhi minhas coisas e fui embora.

Eu estava na sala de aula da faculdade,não me aguentando de tesão e olhava para um branquinho nerd magro do meu lado e começa a me masturbar mas sem ele ver,eu estava louca de tesão chupando meus labios,e escrevi em um papel temos que agilizar nosso seminário da semana que vem,e fomos a sala de multimidia e eu cheguei la e subornei o professor dei 50 reais na mão dele e disse tranca a sala,ele saiu trancou a porta eu apaguei as luzes e liguei computadores aleatorios e comecei a pesquisar videos pornos neles e aumentei o volume do som dos gemidos das mulheres olhei para ele e lambi os beissos e ele apertou a mão no pau quando eu tirei a blusa e comecei a imitar as mulheres dos videos puchei ele e comecei a gemer no ouvido dele… Ele não sabia o que fazer então dominei ele sentei na cadeira sentei no colo dele e esfreguei meus peitos no rosto dele bem rapido ate que ele abriu a boca começou a chupar meu biquinho e com a outra mão ficava puchando a ponta do outro biquinho,eu gemi tanto,gozei não aguentei,depois fui descendo a mão comecei a masturbar ele bem devagar e comecei aumentar a velocidade e ate que ele começou a se contorcer na cadeira e depois comecei a chupar na mesma velocidade e ele encheu minha boca de porra eu engoli tudo encostei na mesa desci a calça e abri as pernas puchei ele pela camisa que veio logo chupando minha buceta e enquanto ele chupa eu gozava e gemia alto não aguento fiquei de quatro e ele começou a meter em mim tampou minha boca e mandou eu fazer silêncio “vadia”,e me comeu e encheu minha buceta de poha depois mandou eu mamar no pau dele e depois chupou meus peitos denovo vestiu as calças me ajudou a vestir as roupas desligou os computadores e na saida enfiou a mão na minha calcinha e saiu da sala me masturbando… Depois ele não me comeu mais para minha tristeza.