Comendo A Minha Cunhada Em Epitacio

10 min

Categoria:

Tag:

visualizações

10 min

Categoria:

Tag:

Comendo A Minha Cunhada Em Epitacio

Comendo A Minha Cunhada Em Epitacio

Namoro uma novinha de 18 ano apesar de eu ter 24, a gente já fodeu de tudo o quanto forma, mas nunca tinha comido aquele cú…Já vinha pedindo várias vezes mas ela negava, tentávamos algumas vezes é ela desistia sempre uma vez quase forcei, quase?! Forcei um pouco, mas parei pois ela chorava muito…Certa vez eu voltei a tocar no assunto depois de muito tempo e muita foda bem dada naquela rata e ela concordou eu já nem acreditava … Dai ela foi lá em casa, começamos aquela coisa de sempre ela me chupava eu também, fodi ela de quatro mas não me vim até Pk minha tesão é muito longa faz uns 40 minutos pra eu ejacular, mas voltando depois de comer ela, pediu pra descansar um pouco…Dai nós dois na cama eu deitado e ela de costas pra mim, ela começou roçar o meu pai de 18 cm e grosso no cú dela eu ficava só acariciando os seios dela até que ela me perguntou se eu tinha lubrificante, não tinha!!! Mas peguei no creme e passei na cabeça ela ficou tentando enfiar , como o cú era virgem tive de meter com mais força até sentir ele lá dentro e fui fazendo devagar até que ela, grita: dá com com força caralho, se vais demorar!! Eu comecei foder aquele cú a 100 por hora, comecei a sentir toda porra vir com tanta força que não deu tempo de tirar pra fora e acabei gozando dentro dela, depois de tudo eu parecia estar nas nuvens pois era a primeira vez que gozava dentro do cú de uma mulher…depois dai voltamos ao nosso sexo normal mas até hoje eu não consigo esquecer essa experiência!!!""Olá meus amores meu nome é Ludmila e estou aqui para relatar mais uma de minhas aventuras sexuais. A Bruna já sabia que eu estava comendo a sua tia. Após alguns minutos naquela esfregação resolvi experimentar o corpinho da minha cunhada, passei a mão lentamente nas pernas dela, senti aquela coxa durinha e pequena, estava explodindo de tesão, nunca tinha ficado tão excitado passando mão nas pernas de alguém, parecia que era de outro mundo, aos poucos fui subindo passei a mão na barriguinha sarada dela, até chegar nos peitos, então não me contive, puxei a camisola pra baixo, comecei a beijar os braços dela e aos poucos fui indo rumo aos peitinhos, firme e durinho, parecia que era o retrato da perfeição, cheguei próximo ao pescoço, desci pelo meio dos peitos e comecei a chupar aqueles peitinhos.