Comendo uma buceta gostosa

visualizações

1 min 38 seg

Categoria:

Tag: , , , , , , , , , , , , , , ,

Comendo uma buceta gostosa

Comendo uma buceta gostosa

Casei, mas continuo dando muito, sai com vários caras e hoje tenho um ativo fixo que trabalha comigo e sempre que viajamos ficamos no mesmo quarto, mas depois eu conto mais. TREMIA DE TANTO TESÃO…A RESPIRAÇÃO ESTAVA ARFANTE…MINHAS MÃOS TATEAVAM NO ESCURO E TOCAVAM EM CARNE GOSTOSA, RECOBERTA POR PELES MACIAS…MINHA BUCETINHA ERA ALVO DE CARÍCIAS DOS ENCANTADORES SEIOS DE NI…BRINCAVAM COM MEUS MAMILOS, DESLIZAVAM PELO MEU PESCOÇO SAINDO DE DENTRO DE MINHAS ORELHAS…EU ME CONTORCIA E RETORCIA PARA TODOS OS LADOS…ESTAVA NUM PERFEITO ESTADO DE GOZO, ANSIANDO DESESPERADAMENTE PELA EXPLOSÃO VITAL DO PRAZER – ELO QUE ME LIGA À NI DESDE SEMPRE…OS ORGASMOS SE SUCEDIAM, ENQUANTO ELA FINALMENTE ME BEIJAVA DE FORMA INVASIVA, SENSUAL, SABOROSA E NOSSOS SEXOS SE PRESSIONAVAM INTENSAMENTE…O CHEIRO DE CIO INVADIU O AMBIENTE E SENTI QUE TODAS AS DEMAIS TAMBÉM COMPARTILHAVAM CONOSCO AQUELA SATISFAÇÃO INTERRESTELAR!!!FOI UMA EXPERIÊNCIA MARCANTE E INESQUECÍVEL, QUE FICARÁ GRAVADA EM MINHA RETINA MENTAL ENQUANTO VIVER…"Antonio assistiu Gabriel tirar a pica da buceta de Angela e enfia de uma só vez no seu cu, enquanto via tudo Antonio alisava a bunda da loirinha que mesmo suada não cansava de quicar no seu pau. Ficou na mesma posição que minha mãe estava e com as mãos no joelho, engolia todo meu membro com sua buceta, enquanto minha mãe me beijava até eu anunciar que iria gozar. Luiz Paulo pegou dois dedos e enfiou no cu de Maneco, comendo ele com os dedos.

Ele com os lábios, pegou meu grelo e deslizou sua língua em volta dele suavemente, alternando chupadas e lambidas, era como uma criança saboreando um delicioso pirulito. Doutô Cléber me liberou do trabalho da fazenda, mas era um cara com algum sentido de observação sobre as pessoas, até me perguntou” MAS TÁ TUDO BEM COM VOCÊ GAROTO,VOCÊ SEMPRE GOSTOU DE TRABALHAR CÁ NA FAZENDA? Ó SE PRECISA AUMENTO PODEMOS CONVERSAR, DE UNS TEMPOS PRA CÁ SEMPRE QUE VENHO NA FAZENDA VEJO VOCÊ DE UM JEITO ESTRANHO, TÁ ACONTECENDO ALGUMA COISA QUE VOCÊ ME QUEIRA CONTAR”.