Dando De Quatro Pra Travesti Dotada

visualizações

2 min

Categoria:

Tag: , , , , , ,

Dando De Quatro Pra Travesti Dotada

Dando De Quatro Pra Travesti Dotada

Quero que você brinque com meu cuzinho e eu brinque com o seu.

Pedro abaixou minhas calças, tirou minha calcinha, me deixando completamente nua.

(escrito por Kaplan)Bom,meu Nome e Gabriel hoje em dia estou com 28 anos tenho uma bela familia,dois filhos,na época que meu avô começou a se interessa por mim eu estava com 18anos,vou contar como aconteceu. levei o balde de cerveja, ja imaginando onde seria o banheiro dele, e coloquei toda cozinha em ordem. (Ele havia pedido pra eu chamá-lo assim)– Já to com saudade de foder esse cuzinho.

Isso, ahhh! Que delicia de língua! Mete a língua dentro do meu rabo, mete. Dei a volta com o carro e parei em sua frente e baixei o vidro e o chamei para solicitar uma informação, como faria para sair dali e conseguir chegar a um mercado que eu sabia que era proximo, ele me indicou o caminho mas me fiz de desentendido e perguntei se ele poderia ir comigo até proximo para me mostrar o caminho, ele topou e entrou no carro, sai devagar e perguntei seu nome e o que fazia, ele se chamava Edson e estava desempregado, então lhe fiz uma proposta, se ele toparia me deixar brincar com seu pau por 100 reais, ele topou imediatamente e me indicou um hotelzinho onde poderiamos ir.

– Agora eles entraram e estão nadando, de verdade.

Arredo o banco para trás e começamos a nos beijar, minha mente a mil pensa ( O QUE ESTOU FAZENDO? beijando, uma pessoa que nunca vi, que me aborda na rua, e ainda mais, um travesti ?! )""Eu gemia de prazer, com os olhos fechados enquanto ele metia, colocando todo o pau até o final e o tirando novamente, de forma lenta e deliberada.

Quando ele começou a passar as mãos entre minha pernas, eu tava de vestido, alisou minha xotinha alisou, alisou, alisou.

Ser a casada que passar nos lábios um batom morango e volta com sabor leitinho com pica. Claro que eu dava! Eu daria tudo para aquela mulher! Existem mulheres e existem fêmeas, e a professora Luciana era um notável espécime de fêmea bem dotada pela natureza! A professora entrou no carro, sentou-se ao meu lado, e eu fiquei com medo de não poder mais dirigir, pois ela usava uma saia generosa, que mostrava as suas pernas bem delineadas e bom pedaço de suas coxas brancas e roliças. Lá pelas quatro da tarde estavam calouros e bichos brindando a nova fase.