Delicia gravou selfie pelada para o namorado

3 min

Categoria:

Tag: ,

visualizações

3 min

Categoria:

Tag: ,

Delicia gravou selfie pelada para o namorado

Delicia gravou selfie pelada para o namorado

Suas nádegas se abriram generosamente para mim.

De vez em quando o coroa passava no ponto pra me dar uma carona igual aquela pra me foder de todo jeito…. Que delicia! Nao estavamos mais aguentando.

Olá delícias ! Essa história que irei contar é um sonho que tive com um ex professor da faculdade, que tenho um tesão enorme e mesmo sem vê-lo a tempos continuo sentindo a mesma coisa quando nos falamos. Comecei a escutar piadinhas, xingamentos, mãos e até rola batendo em mim.

Eu trabalho até Sábado 12:00 e como bebemos já deixei gelando um fardinho de cerveja na gaveta abaixo do congelador, 3 garrafas na porta junto com uma vodka barata. Ficamos pelados e fizemos um 69 ali ela gozou na minha boca e eu na dela. E ia enfiando e tirando os dedos, até que, de fato, a dor passou; eu arrebitava mais a bunda, sugava aquele picolé magnum com sofreguidão e nem pensava em encostar a mão no meu pau, com medo de gozar. Ele bombava na minha boca aberta… ele perguntava “quer beber meu leite gordinho safado?”.

Em instantes ela estava pelada, sentindo meu pau roçando no meio de sua bundinha linda. Eles conversavam muito sobre o namorado e a namorada, ambos transavam bastante com eles. -Eu não sabia que Ruddi era negro! Me desculpe.

bom e assim foi nosso metida ela gozou ate prq ela gozava muito. Levantei a cabeça e a glande estava toda deformada, com o acúmulo de sangue e a pressão que a Cris exercia, estava com uns 25 % a mais do seu tamanho máximo normal.

Me perguntou se eu já havia sacado qual era a inauguração, eu respondi que sim.

Você gostou também?– Adorei!– Então… nosso trato está encerrado.

Puxei suas pernas, suave mas firmemente, fazendo com que ela chegasse mais para a borda do móvel, deixando as pernas penduradas e eu entre elas.

Não resisti ao ficar vendo aquele pau, que mesmo mole, já era bem maior que o meu duro, e lambi a cabecinha, sem segurá-lo, e comecei a rodar a língua na cabecinha do pau, ate que senti que seu pau começou a dar sinais que estava crescendo, então abocanhei a cabeça e agarrei com as duas mão, começando um vai e vem com a boca em sua cabeça, pois queria sentir crescendo em minhas mãos e boca.