Esperei Ele Ir Pro Trabalho Pra Comer A Vagabunda Q Ele Chama De Esposa

visualizações

5 min

Categoria:

Tag: , , , , , , , , , , , , , ,

Esperei Ele Ir Pro Trabalho Pra Comer A Vagabunda Q Ele Chama De Esposa

Esperei Ele Ir Pro Trabalho Pra Comer A Vagabunda Q Ele Chama De Esposa

Então eu disse: Toma sua puta, piranha, vagabunda, ordinária, toma que depois eu vou arrombar o seu cú filha da puta.

Então, em movimentos leves e carinhosos, se aproxima do sofá e coloca a minha esposa deitada sobre o mesmo.

Quando cheguei aí, ela, como uma mãe faz com o seu bebê, segurou os seios, oferecendo-os para a mamada.

Joana comecou a mexer mais forte e jogar sua bunda contra meu pau.

Corri para a casa de banho, abri a porta e fechei-a de imediato. Ela então trouxe um suposítorio e um vasilhame com um bico estranho. Foi o começo de um safadeza louca…. Decidi naquele ano, me vestir de índia americana, tipo de filme bang bang. falam português razoável e em geral nem todos estão trabalhando de carteira assinada,sobrevivendo na informalidade…outro dia precisei de um trabalho em meu apartamento e um amigo que tinha outro amigo indicou um deles…era um dia quente eu estava só de bermuda quando ele chegou e se apresentou ao serviço.

A partir daí comecei a trata-la como uma cadelinha e fui metendo que nem um louco vendo minha pica afundando dentro daquela ninfetinha que gemia, chorava, se contorcia, pedia mais e mais, e, numa rebolada mais forte ela soltou seu corpinho enquanto dava um gemido trêmulo, foi a primeira gozada de sua vida! July boquiaberta disse que queria também, então dei um longo beijo na boca de Andressa ( que estava extasiada) e puxei July para cima de mim para ensina-la a cavalgar.

Ao perceber que era o local perfeito o safado já foi me escorando em um muro beijando o meu pescoço e levantando o meu vestido. Os policias já satisfeitos guardam suas “pistolas” e vão pra viatura, mas não sem antes me chamar de cachorra safada, vejo o carro sair, me levando com o rosto todo gozado e olho pro meu peguete sentado no carro.

Eu tinha que fazer aquilo acontecer, tinha que fazer meu primo comer minha mãe na minha frente, aquilo se tornou uma obsessão.

Ok gostosa? Sorrindo disse até que fim!! e é real, esperei por muito tempo.