Esposa Amigo Marido Corno

Esposa Amigo Marido Corno

Esposa Amigo Marido Corno

Outro dia conto outras coisas que fiz com ele e os amigos que ele convidou. E da raiva fiquei excitado e a jóquei ela na cama e tive uma noite de amor e acabei dizendo que eu queria que ela fizesse de novo e descobri que é assim que funciona quando a gente quer ser corno fica pedindo pra esposa. Juro, eu gelei nessa hora, tentei fugir mas não saia do lugar, ele então puxou meu cobertor, colocou o cacete pra fora e disse :-Vamos, eu sei que você sabe o que fazer, vai, chupa.

Estava aberto, vermelho e um filete de sangue escorria.

Ele, então, lentamente, começou a tirar e empurrar, num vaivém que começou, aos poucos, a me devolver a ereção que a dor tinha afastado.

Ao terminar foi dormir, esquecendo-se completamente de seu maridinho, agora um corno manso. As entregas acabaram e voltei para ajudar na limpeza, Cintia estava ajudando a cozinheira nos afazeres da cozinha e o restante ajudava no salão, Dona Nair fechava o caixa, eu fui arrumar os pratos, mas quando passava perto de Cintia ela ainda me provocava, com toquinhos leves e passadinha de mão, quando a cozinheira saiu por um instante da cozinha, eu agarrei Cintia por trás e enfiei a mão em sua buceta, tudo muito rápido, Cintia ficou vermelha e me olhava com raiva e tesão, eu ria e o serviço nunca pareceu tão prazeroso, quando tinha um oportunidade eu a beijava, passava a mão, e apalpava sua bunda gostosa, até apertava seus seios, bom foi ela mesmo que começou a brincadeira, e aquele ar de perigo nos excitava mais ainda.

morrendo de vontade de gozar, me achando a soberana na boca dele que estava lá só pra me servir!-AAAAAAAAAAAAAHHHHHHHHHHHHH, NÃO FAZ ISSO COMIGO PRETO SUJO, NÃO METE ESSA PICA GIGANTE NA MINHA BUCETA, MEU MARIDO NÃO DEIXA… MEU MARIDO VAI ME BATER POR QUE TÁ ME VENDO DAR PRO NEGÃO.

Usei meus dedos, desodorantes e outros objetos cilíndricos, aprendi a fazer enema e deixar tudo bem limpinho, me machuquei algumas vezes tb. Meus líquidos desciam em cachoeiras. sua Esposa e amiga de longa data. ela- simsim sim, enfia denovo"Ele foi metendo, metendo bem de vagar, tirando e colocando, cada vez mais, até que eu senti seus pentelhos na minha bunda, o pau já estava todo dentro do meu cuzinho.