Esposa Dando Pro Corno E Chamando Nome Do Porteiro Do Predio

91 seg

Categoria:

Tag:

visualizações

91 seg

Categoria:

Tag:

Esposa Dando Pro Corno E Chamando Nome Do Porteiro Do Predio

Esposa Dando Pro Corno E Chamando Nome Do Porteiro Do Predio

Continuei fingindo dormir, mas fingi que estava acordando e ele foi logo embora.

E comecei a bater e veio o êxtase de uma gozada e a levo ao banho e assim como ela evita a palavra corno, eu queria ser chamado de corno e não restavam duvida eu era corno, pois se minha própria mulher diz… Sai manso… E como um corno volto pra vê e quero bate uma e quando entro em casa a vejo com a boceta melecada de porra, a rosquinha arrombada e ainda diz pra mim… Quer um cuzinho?E eu estava quase não resistindo à tentação de pedi-lhe pra ela me chama de corno e foi quando ela disse mansamente em meus ouvidos corno tá gostando? Eu sei muito bem que tu tava olhando e tua esposa deu o cuzinho dela que estar saindo esperma e não duvide foi naquele sofá que saímos juntos pra comprar e fiz tudo pra você chegar a casa e encontrar o cuzinho da sua amada desse jeito e agora é tua vez, e esse pedido me fez deliciar-me por completo e quem já comeu o cuzinho da esposa arrombado outro sabe que quando a gente mete não tem prega pra arrombar e foi a melhor gozada que dei e eu que nem sentia meu pau entrando e ela perguntou… Eu fiz certo? , mas não precisa responder em palavras se gostou vira de costas pra mim. Se souber disso acho que ele morre… Mas você também se excita com a cueca dele? Não, eu nunca fiz isso, não sei pq está acontecendo isso, simplesmente parece que você está se masturbando justamente nos meus dias de folga e de manhã, pq sempre elas estão úmidas e hoje pq levantei mais cedo ela ainda estava melada… Olha Jonas, eu gosto demais do Ricardo, ele transa pelo menos umas três vezes por semana, não é carência, simplesmente eu não sei… Tudo bem, não vamos fazer uma tempestade, você gosta do cheiro e te excita certo? Sim, respondi nervosa… Pois eu vou te dizer uma coisa, não é que me masturbo nos seus dias de folga, é pq na coincidência acordei todos estes dias esporrando na cueca sem querer, pois já faz um tempão que não transo, pois antes de separar já não via transando a muito com a Ana (esposa do Jonas)… Então, você vai contar pro Ricardo? Claro que não, ele nunca entenderia, eu nunca entenderia e talvez nem você, se estivéssemos no lugar dele certo? Desculpa Jonas não vou fazer mais isso… Preocupa não Claudia, pode continuar fazendo, se você gostou e te excita pra mim não tem problema… Agora me aguarda na sala que este papo realmente mexeu comigo e é melhor eu tomar um banho gelado pra abaixar minha temperatura… Passei uma semana sem olhar pro Jonas e nem ele comigo… Mas chegou o dia de minha folga, e ele já estava trabalhando, estava sozinha de novo, levantei e fui ao cesto, não havia nenhuma Box lá… Fiquei conformada, e depois um pouco chateada… Quando foi a noite, o Ricardo havia comprado algumas cervejas e bebeu com o irmão, estávamos os três na sala, Ricardo apagou literalmente, e sem querer comecei a olhar pro Jonas, e de repente seu short começou a crescer, o pau dele estava ficando duro, parecia ser muito grande, tentei desviar, mas ele tentou ajeitar pra esconder e ficou pior pois a cabeça saiu pro lado de fora…Fiquei sem ação, não tirava os olhos, foi qdo Jonas disse que ia dormir e sem querer eu perguntei: Não vai terminar de ver o filme? Você não tem trabalho amanhã, termina de ver…Ele sem graça, sentou novamente, só q desta vez o pau continuava duro mas dentro do short… Comecei a imaginar mil coisas, sentia q devia estar ensopada… Ele levantou e foi à cozinha pedi que ele trouxesse água pra mim, qdo ele retornou, vi que Ricardo estava roncando no sofá grande, peguei o copo e ele ficou a minha frente esperando pra pegar o copo de volta, entreguei e sem pensar pedi baixinho: Posso? Ele sem entender… Posso pegar nele por cima do short só um pouquinho?Ele olhou assustado pro irmão e depois pra mim, mas antes dele dizer não, eu pus a mão por cima do short e segurei, senti q estava duro e era bem maior do que o do Ricardo. Desci o elevador, passei pelo porteiro e entrei no carro. "rápido fiquei em baixo, ela ficou sobre mim e ele já foi enfiando a pica nela, eu fiquei ali um tempo lambendo o grelhinho e vendo o entra-e-sai do pau dele, ela gemia alto e mandava eu chupar com vontade, eu adorei a posição, depois eu sai e eles continuaram fudendo, ele deitou ela é fez ela abrir as pernas o máximo que ela pode, ela sempre me chamando de corno, ele ficou metendo com força, era uma delícia ficar ouvindo o barulho da pica entrando na buceta dela toda melada, ele tirou de dentro e gozou sobre a buceta dela que em seguida fez questão de lamber o pau dele gozado, em seguida ela pediu que ele se retirasse, ele atendeu e foi, deixei ele na porta e voltei rápido pro quarto, ela falou com a cara mais safada…”sou toda sua meu corninho”…caí de boca e xupei toda a buceta dela que estava toda melada…adorei limpar tudinho…essa foi nossa primeira aventuraNão sei porque aquilo me deu um tesão da peste! Percebi que aquela foda tinha sido pela tarde quando eu estava no trabalho.

DAÍ JÁ SE FAZ OITO MESES QUE ESTOU COM ELE NESSA TRANSA LOUCA,MAS NÃO LARGA A MULHER,MAS TAMBÉM NÃO ME LARGA,ME LIGA TODOS OS DIAS 04 VEZES AO DIA,TROCAMOS MENSAGENS E ASSIM VAI INDO…AMO TRANSAR COM ELE!""Onde eu trabalho são várias mesas, umas 200 e existem muitas áreas trabalhando junto, eu olhava para o prédio e pensava, peão só se fode mesmo, poderia estar bebendo, comendo carne, zuando no carnaval, mas to aqui ralando.