Esposa Flagra Marido Com A Irmã Safada

74 seg

Categoria:

Tag: , , , , ,

visualizações

74 seg

Categoria:

Tag: , , , , ,

Esposa Flagra Marido Com A Irmã Safada

Esposa Flagra Marido Com A Irmã Safada

Por outro lado eu me satisfazia com meu irmão e sofria a simpática chantagem de Rafer, de vez em quando.

Tenho 40 anos, minha esposa também, ela é linda, branquinha, tem olhos claros, cintura fina e quadril largo, cabelos escuros lisos, uma delícia, sempre cheirosa e sempre disposta a fazer algumas loucuras comigo.

No sábado aconteceria uma festa , então ele me convidou pra irmos todos juntos , a festa foi boa , mais apesar de tudo estava triste pois meu marido devia está lá com a gente …. – To aqui de pau duro só pensando em foder esse seu rabo enorme… Me deixa ver de novo?Abri a Cam e ele falou:– Agora rebola essa bunda redonda que eu quero gozar de novo… sua puta safada. Eu perguntei o motivo de ele dizer isso, e ele disse que ele tava louquinho por mim, que queria foder comigo, que desde a primeira vez que me viu ele não consegue esquecer o meu jeitinho e nem o meu perfume, eu argumentei com ele dizendo que não podia rolar nada até porque ele era casado tinha até filhos, e ele me pegou nos braços fortes e quentes dele e perguntou se eu não queria nada nada com ele, ele me prometeu que se eu jurasse que não desejava foder com ele ele me soltaria, e eu não poderia mentir pra ele nem pra eu mesma, então fiquei quietinha enquanto sentia a respiração daquele negro, do sorriso envolvente e do olhar que deixa qualquer mulher com o psicológico abalado, então ele me pôs contra a parede, e me beijou a boca, eu fechei os olhos e me entreguei totalmente, não poderia nem me dar o desfrute de pedir pra parar de interromper por medo de meu papai ou minha mamãe nos pegarem no flagra, estava tão bom aquele clima de escondido é mais gostoso, logo ele parou o beijo e foi descendo a mão, pela minha barriguinha até chegar ao meu capozinho de fusca, que estava repartido no meio pela calça leggin, ele começou a esfregar o dedo do meio da mão dele no vão que a calça fazia na minha xaninha, começou a me masturbar por cima da calça e logo deu pra ele sentir o tecido úmido, ele cheirou o dedo e sorriu, eu fiquei constrangida por ele ver que eu estava molhadinha, mas como não ficar se eu morria de tesão por ele e ele tava tocando uma siririca gostosinha pra mim.