Filmou Tudo Amadora Gostosinha Demais De Quatro Fudendo E Tomando Leitinho Seu Negão Do Interior De São Paulo

18 min

Categoria:

Tag:

visualizações

18 min

Categoria:

Tag:

Filmou Tudo Amadora Gostosinha Demais De Quatro Fudendo E Tomando Leitinho Seu Negão Do Interior De São Paulo

Filmou Tudo Amadora Gostosinha Demais De Quatro Fudendo E Tomando Leitinho Seu Negão Do Interior De São Paulo

com"Marcelinha, segurava os peitinhos de Claudia, puxava o seu cabelo e a beijava na boca, eu já estava quase explodindo, com a cena, meu tesão tava fora de controle, a Claudia pede para socar com tudo que ela ia gozar, soquei sem dó ela começou a gritar e chamar a Marcelinha de Putinha, ela gozou e eu encharquei a sua buceta de porra, devo ter dado umas oito jatos de porra nela, depois que tirei o pau para fora a Marcelinha perguntou se Claudia queria porra, ela fez com a cabeça que sim, Marcelinha ceio chupou a porra que estava escorrendo da buceta dela e foi beija-la para dividir a porra, pensei (pqp cara, nessa noite vou fuder elas demais…)Isa olhava diretamente para Gabriel, imaginava o tesão que o namorado devia estar sentindo participando pela primeira vez de uma suruba, ainda mais essa sendo em família, ela acelerou os movimentos com a boca no pau do tio e sentiu que o mesmo estava prestes a gosar.

Meu marido só não tinha comido ela ainda, porque ela e os meus pais moram numa cidade do interior, que fica bem distante da capital, mas nós sempre viajamos pra lá para visitar a família, foi o que aconteceu no sábado de carnaval, nós fomos visitar a minha mãe e convidamos a minha irmã, pra vir brincar o carnaval aqui em são Paulo, ela aceitou na hora, arrumou a mala e viemos embora, na noite de sábado, nós saímos de casa, por volta das dezenove horas, para participarmos de um bloco carnavalesco que tem o nome de vai quem que.

– “Eu fiquei de quatro, assim…”, exagerava ela, ficando muito mais arrebitada do que efetivamente fora. Ficamos fudendo a tarde toda, em cima da mesa , imprensada da parede (adoro isso), de quatro.

Vesti minha bermuda,calçei os chinelos,peguei minha camiseta e Amanda pediu que eu desse um beijo nela com a boca cheia de porra,perguntou se eu tinha nojo,respondi que não,afinal,o leitinho era meu e dei um beijaço em sua boca sentindo o gosto do meu néctar.

Eu já vinha reparando nelas um tempão, e já tinha notado o quanto gostosinhas elas eram, mesmo debaixo de toda aquela roupa de criança, ficava imaginando aquelas bocetinhas rosadas naqueles corpinhos cor de leite. Toda vez que ele pedia o negão obedecia e metia cada vez mais forte até que cheguei ao orgasmo e dei gritos de prazer como nunca tinha dado antes. as 17 horas a campainha toca fui atender era uma linda mulher ela se apresento boa tarde so a Sandra eu falei praser meu nome e Paulo conversamos a respeito da faxina combinamos dela fazer a faxina duas vezes por semana ela marco de começar na segunda feira deixei a chave com o vizinho fui trabalhar chegando do trabalho por volta das 18 horas entro em casa e ouso um barulho de chuveiro fui ate a porta do banheiro que estava aberta e qual foi minha surpre a Sandra estava tomando banho nua de costa para a porta derepente ela vira e mi ve surpresa e eu fiquei espantado pois ela era um travestir com uma rola de aproximadamente 23cm e bem grossa Ela me olhou,ficando vermelha de vergonha. E Paulo chegou aos seios, volumosos, rijos, fartos.