Flagra amador real brasileiro loira muito safadona rebolando para seu comedor da vila da penha – rj

52 seg

Categoria:

Tag: , , , , , , , , ,

visualizações

52 seg

Categoria:

Tag: , , , , , , , , ,

Flagra amador real brasileiro loira muito safadona rebolando para seu comedor da vila da penha – rj

Flagra amador real brasileiro loira muito safadona rebolando para seu comedor da vila da penha – rj

Meu alvo era os dois comedores. Quando achei que estava bom fui com cuidado empurrando minha estaca e a Flavinha foi ajudando abrindo bem as nádegas com as mãos e rebolando. foram atrás de mim e logo me alcançaram e me ameaçando muito me levaramem casa nos deparamos com cinco ladrões que renderam a empregada e estavamEssa minha paixao levou-me a procurar incansavelmente uma professora que me desse aulas de canto! Depois de um tempo desesperado de procura encontrei uma: seu nome e Luisa, na epoca tinha 18 anos e uma voz perfeita, de encher o meu corpo de tesao! Nao era uma mulher maravilhosa, de fazer para o transito, mas para mim ela era perfeita! Passei a ter aula toda semana e cada vez mais me empenhava em deixar a minha voz mais perfeita so para agrada-la! Precisava me conter muito para nao gritar de tesao toda vez que a ouvia cantar!Dei uma desculpa qualquer aos meus funcionários e voltei antes do almoço para casa. Tenho 23 anos, 1,74 m, 65 kg, cabelos pretos longos, tenho um corpo bem brasileiro, bunda grande, pernas grossas e boca carnuda. Ele queria que fizesse um filme erótico amador, onde ele seria o diretor e câmera, e eu seria sua atriz principal.

"Olá tenho 16 anos e não irei citar nomes aqNo dia 5/02/2016 fui para casa da minha tia, ela é casada e tem 27 anos, ela é loira, gostosa mas um pouco gordinha, ela sempre dava sinal que queria algo, sentava no meu colo, saia do quarto só de calcinha e sutiã, um dia estava ajudando ela, e ela ia subir em uma escada(ela estava só de vestido) aí ela subiu e eu olhei por baixo do vestido, não aguentei ela tem uma bunda muito boa, quando olhei vi que ela tava sem calcinha, e eu fiquei olhando e ela se virou, e me perguntou se eu tinha gostado, olhei pra ela e pergunte “gostado do que?” Ela respondeu ” de eu estar sem calcinha pra você ver”, nisso olhei pra ela e falei que tavá uma delícia e coloquei a mão na Bunda dela, daí ela desceu da escada e pegou no pau, nisso eu beijei ela, e comecei passar a mão naquela buceta gostosa e raspadinha, ela abriu meu calção se abaixo e começou me chupá, enfia o pau inteiro na boca, daí ela levantou tirei o vertido dela e chupei os peitos dela, joguei ela na cama e comecei meter bem gostoso ela gemendo e pedindo mais, peguei ela de quatro e comi o cuzinho dela, eu tava quase gozando pois era virgem, pedi para ela ficar de joelhos e gozei na cara dela, ela não olhou com aquela cara de puta, lamber a boca no foi no banheiroNisso ela me chamou pra tomar banHo, lá no banheiro eu chupei ela até ela gozarEssa foi a minha primeira vez espero que tenham gostado. Eu respondi que ela era muito safadona, com um sorriso nos lábios. Quando moleque vivia na casa da minha avó casa esta onde tia janeide também morava com meu tio, sempre ficava com os olhos grudados naquele bundão, foram muitas as vezes em que eu ia até seu quarto e cheirava suas calcinha e aproveitava para tocar uma punheta, foi em um descuido que certa vez tia Janeide me pegou no flagra. Espero que tenho gostado do meu conto e depois desta entrega que tivemos um com outro, com certeza haverão muito mais contos.