Fudendo no mato com essa gostosinha de minha tia

2 min

Categoria:

Tag: , , ,

visualizações

2 min

Categoria:

Tag: , , ,

Fudendo no mato com essa gostosinha de minha tia

Fudendo no mato com essa gostosinha de minha tia

Encontramos um largo sofá onde me deito e alguém cai de boca no meio de minhas pernas, após me desvencilhar da parte de baixo do biquini…Enquanto isso, os outros dois esfregam seus paus em meus seios, se alternam entre me beijar e colocar seus membros em minha boca…Há troca de posições e sou penetrada por um pau encamisado, enquanto duas punhetas são batidas sobre meu corpo até que todos explodimos num gozo compartilhado!Levanto e corro até à piscina para um belo mergulho e já encontro alguém muito gentil querendo alisar o meu corpo…porém, esta já é uma outra história!""Naquele ano eu tinha 18 anos, não sou um homem alto sou baixo até, com cerca de 1,70, metro e setenta, bastante musculado devido á minha obsessão pelo culto do corpo, cabelo curto estilo militar e olhos esverdeados. Pra pau duro não tem buceta inchada nem cú cabeludo rsrsrsrsrss…"Ludmila era uma jovem de 26 anos, muito safadinha e muito gostosinha. fui e armei com meu tio na cabaninha também só que um pouco mais tarde deles pra quando agente chegar eles já estarem fudendo, damos flagra ela fica me devendo essa e Bené livre pra me comer todinho. "rápido fiquei em baixo, ela ficou sobre mim e ele já foi enfiando a pica nela, eu fiquei ali um tempo lambendo o grelhinho e vendo o entra-e-sai do pau dele, ela gemia alto e mandava eu chupar com vontade, eu adorei a posição, depois eu sai e eles continuaram fudendo, ele deitou ela é fez ela abrir as pernas o máximo que ela pode, ela sempre me chamando de corno, ele ficou metendo com força, era uma delícia ficar ouvindo o barulho da pica entrando na buceta dela toda melada, ele tirou de dentro e gozou sobre a buceta dela que em seguida fez questão de lamber o pau dele gozado, em seguida ela pediu que ele se retirasse, ele atendeu e foi, deixei ele na porta e voltei rápido pro quarto, ela falou com a cara mais safada…”sou toda sua meu corninho”…caí de boca e xupei toda a buceta dela que estava toda melada…adorei limpar tudinho…essa foi nossa primeira aventuraNão sei porque aquilo me deu um tesão da peste! Percebi que aquela foda tinha sido pela tarde quando eu estava no trabalho.