Giovana Novinha Deliciosa De Floripa

visualizações

3 min

Categoria:

Tag: , , , , , , , , ,

Giovana Novinha Deliciosa De Floripa

Giovana Novinha Deliciosa De Floripa

Percebendo isso meu pau que já estava duro, passou a “latejar” embaixo da roupa.

A sua tia passa o dia todo fora, mas eu me garanto na cozinha- falou isso e me deu um olhar e sorriso safado, então respondi– Tem certeza Lu, tínhamos combinado de ir no cinema sábado a noite.

Então eu deitei ele e sentei na boca dele e falei pra ele me chupar até meu grelo latejar! Ele chupava deliciosamente.

Fui acordada pelo soar da campainha. Ménage? Aquele era o primeiro dos dois rapazes.

Perguntou se poderia me ver em outras circunstâncias e eu disse a ele que era melhor não.

Era cada vez mais comum ele vim pra minha casa, e eu queria fazer com ele todos os dias. Mas havia curtido muito o viver sozinha.

A ideia foi aceita e fiquei ainda mais molhadinha.

já quase folego gemi pra ele.

– Bem, ao chegar lá e ver a rua vazia, logo saquei que a inauguração seria só dos dois.

"… contarei o que aconteceu no conto seguinte. Cheguei em casa feliz como a muito não ficava. Então vou para seu púbis, beijos por sobre a calcinha, sinto o cheiro do tecido misturando com o cheiro da Cibele, inconfundível.

ate que ele saiu para compra mais cigarro e ficamos sozinhas por algum minutos mais fora os minutos mais gostoso da minha vida sabe aquele beijo de tira o folego um desejo louco uma fome dela foi uma loucura os visinhos assistindo aquele beijo tao louco nossos corpos fervendo….

Passamos o resto do final de semana inteiro fazendo sexo… com aqueles dois ‘presentes’ me agarrando sempre que estavam excitados, no chuveiro, na cozinha….

Seguimos para Floripa, chegamos no ap de minha prima, bebemos alguns copos de vodka com energético e por volta de 00h fomos para a festa.

Chupava com muito mais vontade do que jeito, mas ainda assim era delicioso o boquete daquela novinha tarada.

Marcos tremia de tesão, se segurando. Tiro sua camisa, ela em nenhum momento resiste, apenas me beija ofegante.