Gozando Na Cara Da Travesti Barbara De Fortaleza

17 seg

Categoria:

Tag: , , , , ,

visualizações

17 seg

Categoria:

Tag: , , , , ,

Gozando Na Cara Da Travesti Barbara De Fortaleza

Gozando Na Cara Da Travesti Barbara De Fortaleza

Ela reclamou um pouquinho sobre os mamilos estarem doendo enquanto eu a esfregava com força no chão, e pensei que era manha, mas quando acabei o serviço e a virei pra cima, vi que o paninho que ela chamava de blusa estava um pouco esgarçado na área dos mamilos. Queria experimentar coisas novas, ter prazeres diferentes e então decidi por procurar um travesti e ver o que poderia acontecer.

VOCÊ VIU O VOLUME DO RAPAZ, QUERO VER ESSES GAROTOS AGASALHAREM TUDO AQUILO, JÁ ESTOU ATÉ GOZANDO POR ANTECIPAÇÃO.

Ele iniciou a punheta e meu pau estava babando muito,eu estava me colocando no lugar de um dos caras sortudos que comia aquela delícia de mulher e me lembrei do jeito gostoso que Bárbara me chupava,o cara me punhetava rapidamente e acariciava meu saco,isso me deixava a ponto de gozar,então,inclinava meu corpo para traz para que ele parasse,ele me falou para avisar quando fosse gozar,continuava a ver o filme com a mão amiga batendo pra mim,já estava super excitado e o cara batia,batia e batia sem parar,pegou na cabecinha e retirava o líquido abundante que não parava de sair, eu estava louco de tesão,minha respiração ficou acelerada e acho que ele percebeu,eu olhei para baixo  e vi sua mão sobre meu pau,segurava com força moderada e precisão meu mastro que estava com a cabeça inchada e continuei a ver o filme até o momento de uma cena em que todos os homens gozavam na bunda e no rosto da gostosona e,sem avisar,comecei a  gozar com o meu cacetão na mão do cara e achei que meu leitinho iria cair no chão mas ele pegou tudo com a mão e disse:Olha quanta porra você gozou cara!,mostrando sua mão com aqueles filetes brancos da minha porra entre os dedos. Ela virou de frente colocou uma mão no peito e a outra tampou a xoxotinha. Me apertou inteira, parecia nunca ter visto uma menina como eu. Estava com 13 anos e viajamos para Fortaleza onde encontramos com mais 2 irmãos de meu pai com as respectivas famílias.