Grava Um Vídeo Pornô Caseiro Deliciosa Vadia Perfeita Libera Sua Buceta Deliciosa Para O Amigo Do Marido De Recife

visualizações

2 min

Categoria:

Tag: , , , , , , , ,

Grava Um Vídeo Pornô Caseiro Deliciosa Vadia Perfeita Libera Sua Buceta Deliciosa Para O Amigo Do Marido De Recife

Grava Um Vídeo Pornô Caseiro Deliciosa Vadia Perfeita Libera Sua Buceta Deliciosa Para O Amigo Do Marido De Recife

A LEVEI PARA UM CANTO PROXIMO A PORTA DO BANHEIRO DE ONDE SAIA UM FEIXE DE LUZ, MANDEI QUE TIRASSE O BONÉ E SOLTASSE O CABELO, PARA QUE OS PUNHETEIROS DE PLANTÃO VISSEM QUE ERA UMA LINDA LOIRA, FOI PRA JÁ SE FORMOU UM CIRCULO EM NOSSA VOLTA TODOS DE PAU NA MÃO, OUVIA-SE UM MURMURIO PUXA ATÉ QUE ENFIM CHOVEU NA NOSSA HORTAM QUE MULHERÃO TOMARA QUE MOSTREM TUDO, COMECEI ENTÃO A ACARICIAR MINHA PARCEIRA E DESABOTUAR SUA BLUSA, LOGO SEIOS LINDOS ESTAVAM A MOSTRA, BICOS DUROS DE TESÃO, ROSADINHOS, ELA GEMIA BAIXINHO, NO MEIO DOS PUNHETEIROS NOTEI UM CARA VESTIDO DE COBRADOR OU MOTORISTA DE ONIBUS COM UM PAU COMO NUNCA TINHA VISTO, REALMENTE DESCOMUNAL, ERA UM MORENO FORTE DEVIA TER UNS 25 ANOS, ABRIU CAMINHO ENTRE TODOS E SE POSTOU BEM A NOSSA FRENTE, MELISSA GRUDOU OS OLHOS NAQUE CARALHO E SE VIRANDO PERGUNTOU-ME BAIXINHO VIU ESSE AI, QUE LOUCURA, FALANDO AO SEU OUVIDO BEM BAIXINHO PERGUNTEI QUER TENTAR? NÃO É PERIGOSO? NÃO QUERIDA AQUI EXISTE UM CÓDIGO NINGUEM OBRIGA NINGUEM A NADA, SE UM DESSES CARAS TENTA ALGO OSTROS MESMOS SE ENCARREGAM DELE, NÃO QUEREM PERDER ISTO AQUI POR NADA, O MORENO SE MASTURBAVA OLHANSO NOS OLHOS DA GAROTAM PARECIA ADIVINHAR O QUE SE PASSAVA EM SUA CABEÇA LOIRA, NINGUEM FALAVA NADA, AI EU COMECEI A BAIXAR A CALÇA DA MELISSA, SOLTEI O CINTO E ELA DEIXOU A CALÇA CAIR, NÃO USAVA CALCINHA E AI OS OSLHOS AVIDOS DOS PUNHETEIROS CRIARAM UM BRILHO DIFERENTE AO VER AQUELA BUCETA LINDA, INCHADA DE TANTO TEZÃO, RASPADINHA PARECIA DE UMA MENINA, EU TAMBEM OLHEI PARA O MORENO EXAGERADO E ABRI LEVEMENTE OS LÁBIOS DA BUCETA DA GAROTA, ELE OLHAVA E SE MASTURBAVA DEVAGARINHO, NÃO QUERIA GOZAR LOGO, EU INSISTI COM ELA E AI TOPA QUE ESSE MORENO TE COMA AQUI MESMO? E VOCE COMO FICA? SE VOCE AGUENTAR FAREMOS UMA DUPLA, O MEU NÃO É TÃO GRANDE ASSIM EU ENTRO POR TRÁS QUE ACHA, SERÁ UMA FESTA E TANTO, ELA ME OLHOU COM UM SORRISO LINDO E DISSE MUITO EU QUERO ESSE PAU QUE DEVO FAZER? NADA DEIXE POR MINHA CONTA, AINDA COM SEUS GRANDES LÁBIOS ABERTOS PERGUNTEI PARA O CARA, COMO É O TEU NOME, PODE ME CHAMAR DE ROBERTO AMIGO. Estava uma perfeita biscate de rua. A água deliciosa resolvi tirar a roupa e tomei banho, muito calor.

Eles até hoje não sabem que eu assisti a tudo e tenho gravado, o meu “amigo” e seus colegas começaram a frequentar mais minha casa, sempre inventam um churrasco ou coisa assim pra aparecer lá, e pelo jeito minha esposa resolveu ficar amiga do quartel inteiro.

mais meu marido ensistiu muito e topei tirei tudo e não e por ser eu não mais sou mais meu corpo agrada a muitos sou morena cor de cuia como falam seios durinhos e uma cintura de dar inveja tenho um bundão bem empinhadinho pernas grossas mais continuando tirei a roupa fiquei peladinha toda depiladinha ficamos num conto na praia se arretando meu marido começo pelo meu pescoço e foi descendo e nisso percebi que já tinha um taradao espiando confesso que gostei de ver o cara ali nos olhando e se masturbando e continuei fiz de conta q não vi fui pra frente do meu marido e peguei no pênis dele que e uma delicia e fui da uma mamada com o rabo bem empinado pois sabia que o outro estava atraz olhando meu marido o avistou e o chamou pra participar e eu bem sem vergonha deixei ele pega na minha bunda e eu continuei a a babar no pau do meu marido enquanto o outro metia de na minha bucetinha q já estava lambuzada meu marido pego minha cabeça e forçava no pau dele depois me virou de costas pra ele e meteu no meu cuzinho enquanto o outro metia na minha buceta e chupava meus seios os dois estavam quase gozando e eu adorando ter os dois dentro de mim me ajoelhei aos pés deles e os dois gozaram com vontade nos meus peitos….

Derrepente ela chegou no quarto, e eu deixei um dos videos que ela viu rodando na tela"Eu estava ficando excitada, abri um pouco as pernas e ele conseguiu acesso a minha boceta, por cima da roupa, pressionando os dedos, como se estivesse tentando penetrarminha vagina.

carina disse que não podia fazer aquilo com a irmã e eu disse que ninguém precisava ficar sabendo, então ela me perguntou mais uma vez se eu iria arrumar o dinheiro pra ela e eu confirmei que sim, ela saiu foi a cozinha olhou pra rua pra ver se a irmã não estava vindo e quando voltou, virou de costas e abaixou a bermuda até o pé, cara eu não acreditei naquilo, minha cunhadinha tão recatada perto de mim agora com a calça arriada e a bunda de fora pedindo que eu metesse logo pois poderia chegar alguém dá pra acreditar nisso, meu coração disparou minha mão suava de tanta alegria, eu queria ter filmado aquilo, seria, assim como é minha recordação eterna, então abaixei minha bermuda até os pés tbém e passei um pouco de saliva no pau com medo de machuca-lá, qual não foi minha surpresa, minha cunhada estava com a boceta tão melada que meu pau entrou escorregando, eu coloquei a cabeça na portinha e ela tratou de empurrar a bundinha de encontro ao meu pau, fazendo meu cacete desaparecer todo dentro dela, quem diria uma bocetinha tão pequena engolindo um pau desse porte sem fazer força, minhas bolas encostaram em suas deliciosas coxas e eu comecei a estocar devagar, até chegar um momento de loucura em que tirei suas tetas pra fora e segurando minha cunhadinha pelas tetas comecei a foder sua bocetinha como uma gata gostosa merece, ela dizia vai mete gostoso, cunhado tarado, filho da puta que eu tô quase gosando também, pouco antes de sentir vontade gosar eu disse a ela, ai carina não tô aguentando mais eu vou gosar daqui a pouco, minha cunhada me pediu que não gosasse dentro dela pensei que ela queria minha porra na boca, mas pra mim era uma questão de honra despejar toda minha porra dentro daquela bceta que eu não sabia se seria minha outra vez, ou não, então depois de meter por uns 15 minutos acariciando suas coxas, grudei novamente nos peitos gostosos dela e comecei estocar mais forte sentindo sua bundinha gostosa bater em minha virilha e sem avisar comecei a gosar quando ela percebeu tentou tirar mas eu segurava firme nas tetas dela e não deixei ela se mexer até que a ultima gota de porra saisse, depois tirei o pau com calma e ela me olhava assustada querendo por a roupa e ir embora, medo da irmã chegar, mas eu disse que não, disse que ela não sairia dali sem gosar na minha boca, minha cunhada que á essas horas tbém ja estava possuida pelo tesão concordou e ficou de pé na minha frente, abriu novamente a bocetinha com os dedos e comecei a lamber seu grelo, sua boceta agora já xeirava mais forte devido a mistura de secreções e porra, mas em dois minutos ela gosou forte prendendo minha cabeça em sua xana semi depilada, nos trocamos rapidamente e fomos para a cozinha começamos a conversar e sobe que seu medo de eu gosar dentro é que ela não estava tomando remédio, mas ainda bem que não ficou grávida, em menos de 10 minutos minha esposa chegou, sei que ela ficou desconfiada de alguma coisa mas não disse nada, me troquei e com meia hora de atrazo voltei radiante pro meu serviço e ao mesmo tempo preocupado, poi na realidade não tinha o dinheiro pra arrumar pra ela, e não sabia o que ia dizer, mais tarde ela me ligou pedindo sigilo e perguntando se eu iria arrumar o dinheiro pra ela, confirmei que sim, e fui pensando num jeito de enrolar, por fim os dias se passaram e disse a ela que o banco não pode me arrumar o empréstimo porque havia voltado um cheque que emprestei a um amigo e ele não tinha o dinheiro pra pagar agora, enfim se ela deu pra mim só por causa do empréstimo não importa o que importa é que ela sentiu tesão e eu vou ter a eterna recordação da minha cunhada xupando meu pau, sendo xupado por ela e fodendo gostoso a boceta que sempre foi motivo de punheta na minha vida. Depois ele pediu para eu ficar de quatro…dessa vez o pau entrou mais fácil mas o melhor mesmo era que ele metia no meu rabo e me batia uma punheta deliciosa.

Fui direto pro sitio, cheguei lá e o caseiro já havia saido, e lá estavam denovo os tres cães do dia anterior tentando fuder a cadela, fiquei olhando enquanto descansava e pensava, já havia bulinado ela muitas vezes com os dedos, mais sempre que tentava meter não conseguia, pois ela não estava no cio e só conseguia meter a cabeça do pau, era muito apertada. No sabado, acordamos por volta das 09:00hs, aprontei-me para ir ao café e praia, Marcela ficou no apto se arrumando, enquanto esperava fora do apto, quando saiu veio de fio dental e uma entrada de banho, perguntou que tal?, disse que tava linda e gostosa, tomamos café, o hotel tava lotado, no café reparei mesmo que tinha um grupo grande de jovens, e ficaram olhando pra ela, saimos pra praia, fomos para uma barraca, o garçom nos serviu caipirinha e petiscos de peixe, ficamos bem a vontade, Marcela vez por outra ia a praia tomar banho, quando voltava via que até o garçom olhava, até comentei e ela ria, voltamos por volta das 14 horas pro hotel, ficamos na piscina, numa tenda e ela numa cadeira bronzeando a bunda, tinha uma rapaz que estava vizinho a nós e o se apresentou dizendo que estava com um grupo de Recife, na conversa disse que veio com os amigos passear, que estava sozinho e os demais com as namoradas, pois tinha saido de um relacionamento a pouco tempo e queria no momento ficar só sem compromisso, senti que ele tava jogando charme pra cima da Marcela, me deu ciumes e tesão ao mesmo tempo, bom já estavamos um pouco tontos com tanta caipirinha, Marcela foi pra piscina ficamos conversando, então fui no apartamento buscar o celular, quando voltei, os dois estavam na piscina bem perto um do outro conversando e rindo, quando cheguei a Marcela saiu da piscina e o rapaz ficou lá, pouco depois saiu também, notei um volume no seu short, mais nada comentei e Marcela só ria, então, como já era tarde quase 18 horas, nos despedimos, o cara já descarado apertou minha mão e deu um beijinho no rosto da Marcela, saimos também, perguntei o que houve pois tinha visto os olhares e vi o volume no short dele, ela disse amor não foi nada demais, ela olhou pra mim e viu que eu também tava de pau duro, riu e disse no apto te conto, chegando lá ela disse que quando sai ele foi pra piscina e ficou cantando ela, que encostou o pau nela, dizendo que era gostosa, ela disse que eu poderia vim e não fez nenhuma reação, disse amor ele ta tarado em mim, não fizemos nada, foi logo pegando no meu pau, ela então disse não faço nada pra te magoar, então tive coragem e disse não amor, estou gostando disso, então tomamos banho, Marcela disse podemos fazer algo diferente que nunca fizemos eu disse você que comanda então ela disse não vai ficar com raiva nem ciumes, eu disse não amor, então tomei banho e me deitei pra descansar, ela ficou um tempão no banheiro, voltou colocou uma calcinha branca de renda, uma saia preta justa e bem curta, uma blusa branca sem sutiã, mostrando os peitões, saimos para o deck pra tomar um vinho, quando o rapaz chega com o grupo, ficaram conversando, veio nos cumprimentar,disse vocês vão sair, ele disse sim, perguntei não quer ficar conosco, a Marcela só olhando, então ele disse legal vou avisar o pessoal, voltou sentou-se conosco no inicio só papo banal, pois o clima tava meio tenso, quando perguntei ja ficou com casal, ele disse nunca, perguntei tem camisinha ele disse sim, eu disse vou pro apto espero vocês la, depois de uns 15 minutos chegaram já abraçados, Marcela já bem a vontade sem batom, ficaram num amasso e eu sentando numa poltrona, quando Marcela tira o pau dele pra fora, vi que era duro mesmo, e medio, começou a chupar, depois foi tirando a roupa, ficou só de calcinha deu a buceta pra ele pegar, depois deitou-se e ele passou a chupar sua buceta, ele colocou a camisinha e meteu, como ela esta com muito tesão começou logo a gemer dizendo que tava gozando, virou-se e ele passou a come-la de 4, ela gozou umas 3 vezes pra depois ele gozar, depois disso ela pediu pra ele ir embora, ele atendeu e ficamos, fui pra perto dela, institivamente ela colocou minha mao na sua buceta que pingava com seu gozo pedindo pra mim meter meti e gozamos juntos, foi maravilhoso minha vez como corno assumido.

Moramos em uma pequena cidade do interior de Rondônia, no entanto, meus pais moram em Cuiabá, no inicio de fevereiro minha mãe me convidou para passar uns dias com eles e disse que comprava minha passagem, aceitei na hora, só tinha um detalhe Scoth não poderia viajar comigo, pois, não conseguiu liberação do seu trabalho, conversamos ele achou que não tinha problema eu viajar sozinha e que até poderia aproveitar para colocar sua fantasia em prática, uma vez que, estaria sozinha, em outra cidade, livre para fazer o que quisesses e por ele tudo bem, até colocou ideias na minha cabeça. respondeu que estava vendo filme pornô eu sorri é serio ele falou sim. rnMeu maridinho corno…nunca soube de nada…continua trabalhando e ganhando muito dinheiro…mas cada vez tem menos tempo para a esposa que cada vez mais se aprimora na arte de ser uma vadia insaciável ao lado de meu sogro que continua um tarado incorrigível e também extremamente generoso com sua nora escrava sexual.