Gravou A Transa Magrinha Gostosa De 32 Anos Libera Sua Buceta Deliciosa Do Esposo De Petrópolis – Rj

3 min

Categoria:

Tag: ,

visualizações

3 min

Categoria:

Tag: ,

Gravou A Transa Magrinha Gostosa De 32 Anos Libera Sua Buceta Deliciosa Do Esposo De Petrópolis – Rj

Gravou A Transa Magrinha Gostosa De 32 Anos Libera Sua Buceta Deliciosa Do Esposo De Petrópolis – Rj

Estava tão quente que parecia um vulcão a buceta dela. Minha mulher é amazonense, uma bela morena clara de corpo delicioso e boca carnuda que ela afirma não gostar achando-a muito exagerada, na verdade sua boca é maravilhosa e macia, tenho certeza que todo homem sonha com lábios como os delas envolvendo sua vara. Sempre havia me comportado como uma mulher casada correta, sempre tinha sido reservada e não dava oportunidade de aproximação de outro homem que não o meu marido, e lá estava eu apreciando esta coisa diferente que me acontecia agora. Sou casada há 4 anos, amo muito meu esposo, mas o maior desejo do meu coração é fuder e ser fodida bem gostoso por uma mulher.

Meu amigo sentou no sofá ao lado, observando tudo, enquanto tomava seu vinho. Naqueles três dias que lá estive, Luiz veio em meu quarto todas as noites e eu fui a putinha daquele macho que me comeu de maneira mais deliciosa.

Patrícia, embora não tivesse transado propriamente com o rapaz experimentara muito mais emoções e experiências naquela noite do que em toda a sua não tão longa vida sexual inteira. – Este primo você não conhece, porque ele não mora aqui, mora no interior do Paraná. Saber que sou desejada e amada mesmo não estando limpa, de banho tomado. Tenho uma amiga do meu antigo trabalho e sempre nos falamos por Whatsapp, ela é magrinha peitos médios, bumbum impinadinho, sempre achei ela uma delicia. Além de muito gostosa, ela usava uma calça fio dental. Continuei saindo com a gordinha japa (vou chamá-la de Aline) e em todas eu comia ela e ela me comia com o pênis portátil dela, até que um dia ela me fez uma proposta. O efeito foi imediato, senti o seu pau crescer entre minhas pernas e as abri um pouco, o suficiente para que aquela pica dura e grossa arrombasse novamente minha buceta.

Imediatamente imaginou-a de quatro na cama, fazendo seu pau socar a sua barriga, de tão duro. Ela não estava bem,e o pessoal da empresa acabou a liberando para ir ao médico e depois pra casa.