Loira Panicat Pagando Boquete

Loira Panicat Pagando Boquete

Loira Panicat Pagando Boquete

Na aula seguinte falei com 4 amigas que não tinham namorado.

Ela sentou devagar e se aconchegou muito bem,eu logo coloquei minhas mãos naquela cinturinha linda e percebi que ela se arrepiou.

– Tu atirou em mim!!Apresentações,explicações e justificativas dadas,já estava sentada na cozinha com o kit de primeiros socorros e a Clara me limpando, era uma mulher digna de se olhar mais de uma vez,um belo espécime de fêmea,bem clarinha como seu nome, sem nenhum sinal ou sardas, loira, estava com os cabelos em um coque meio solto, com aqueles fios pendurados que te fazem querer colocar atrás da orelha, estava vestida com uma camisola de alças finas, comprida de um tecido bem delicado, fiquei imaginando que nem com cem anos de prática teria o potencial para acordar tão linda, ela tinha uma voz gostosa de se escutar.

Estava sentado, de macacão azul, todo sujo. A mão aonde brincou Leon! Na cara né disse Maya sorrindo, eu prefiro não correr risco de cometer uma loucura dessas e estragar essa noite maravilhosa. Eu já fui logo buscar o celular para as fotos. Começamos a revesar as carícias com a língua.

Ao entrarmos no quarto, nos despirmos e nos enfiarmos debaixo do lençol, ela me disse:– Estou para te dizer que esse será o melhor dia desta semana que ficaremos aqui. Então partimos os 5 para um motel nossa minha amiga Sara jà foi sentando na pika do Fernando a caminho do motel chegando là.

Passamos a desenvolver o fetiche dela fazer programas ser paga, e ter que ser puta e fazer o que o macho que a está pagando quisesse, fizemos vários programas assim, inclusive um garotão gozou no rosto dela parecia filme pornô.

Mas chupava, gostei do boquete que ela me fez e depois ela me passou o Ky (prevenida, ela…) e lá fomos nós… Foram três: no sofá, na cama e na mesa. A gostosinha da Lucinha, recatada daquele jeito, até que gosta da coisa!– Caralho.