Loira Peituda Mostrando O Cuzinho

42 seg

Categoria:

Tag: , , ,

visualizações

42 seg

Categoria:

Tag: , , ,

Loira Peituda Mostrando O Cuzinho

Loira Peituda Mostrando O Cuzinho

Mantinha a bunda arrebitada para receber por inteiro aquele macho grande dentro dela.

Quando olho pra trás, vejo ele transformado, os olhos brilhavam e percebo o volume por baixo da bermuda…-Porra! Eu preciso, agora.

quase amassando minhas bolas, fazia tudo sem falar nada, como se estivesseEste é mais um relato da série de “primeiras vezes” que venho publicando neste site e que são produto de vários depoimentos que colhi para um livro, que infelizmente nunca foi publicado por falta de apoio. Atualmente estou no interior de Minas Gerais, onde busco por casais Bi ou não que curtem uma aventura com sigilo e discrição. Logo Mônica fez barulho saindo do banheiro, mostrando que havia terminado o banho e indo para o quarto. Era morena, baixinha de cabelos cacheados até a altura dos ombros, magrinha peituda, uma graça. O cacete duro do marcos penetrava o cuzinho da loira longamente, e pouco a pouco ele foi aprofundando-o mais dentro dela, até sentir seu corpo bater na bunda dela.

“– Fiquei dolorida, ficou doendo muito e então eu tive medo e fugi. Quando gozei, deixei por um momento meu pau latejando dentro do cuzinho dela e quando tirei, já meio mole, ele estava um pouco, digamos assim, sujinho.

"Estava teclando no whattsapp com uma garota mineira que adicionei do face… muito gostosa, morena de pele clara, seios grandes, com um bumbum perfeito.

De leve no inicio, depois foi aumentando a força, tanto que me fez gritar.

Djalma,falou tesudo:–Fode meu cú,cara……logo.

Onde se alojaria e organizaria umas coisas, pois amanha já teria missa pra ele fazer.

Casais, moças, me escrevam (rsrs)"Nenhum de nós dois sabia dessa perversão por bonecas do outro e ninguém mais deveria saber também sobre isso; Ficamos meio sem saber o que falar, pois chegamos tão afoitos que não estávamos preparados para isso;– Posso ir ai? Prefiro assim. Penetras um dedo e dois por conseguinte. Colocou a toalha no chão, a cesta por cima e nos sentamos.

Um homem de uns 40 anos, moreno, corpo malhado, alto e mto bonito.

– Ah, não precisa ficar assim.