Marido Corno Leva Negão Pra Comer A Própria Mulher Em Casa

visualizações

5 min

Categoria:

Tag: , , , , , , , , , , , , , ,

Marido Corno Leva Negão Pra Comer A Própria Mulher Em Casa

Marido Corno Leva Negão Pra Comer A Própria Mulher Em Casa

Minha mulher já olhou com um olhar safado para mim, e logo pedi para o cara abraçar minha mulher por trás para tirar uma foto deles juntos, ele abraçou ela, e começou a passar a mão na bunda dela, pedi pra ela tirar a calcinha e mostrar o bronzeamento e a marquinha que tinha ficado, ela tirou e levantou o vestido para nosso amigo apreciar, ele olhou e meteu a mão na xana dela, minha mulher adorava isso e eu tirava foto dos dois, ela ajoelhou tirou a pica dele da calça e começou uma chupada linda no amigo, logo ela estava rebolando no pau dele, o amigo comeu minha mulher na minha frente, meteu na xana dela e logo depois ela muito safada disse para ele, agora no meu cú você come porque meu marido não me come!! Prontamente ele a penetrou no seu cú, fazendo ela gemer de prazer, fui até perto de minha mulher e beijei ela enquanto o nosso amigo fodia ela por trás. -Mete,safado!Mete com gosto!-Ahhhh mas é um corno frouxo mesmo, por isso que a mamãe dá pra todo mundo, o corninho não aguenta nada. Já que o Durval tinha experiência, ele iria comer seu cuzinho e o Otoniel ficaria com a bucetinha.

Ela recostou-se, deu um sorriso de satisfação, como devem sorrir todas as mulheres depois de serem tão fortemente satisfeitas por um macho, e apalpou a buceta e o cuzinho. Mas o negão tinha vontade própria e avançou sobre mim. tira o cabaço do meu cu seu negão safado… Me come o rabinho que eu quero essa rola dentro de mim…Arrebitei a bunda, relaxei um pouco e ele posicionou aquela cabeçona na entrada do meu cú, me segurou pela cintura e começou a forçar, para meu espanto, a cabeça entrou sem bloqueio, sem dor… o prazer era indescritível, senti uma tontura louca, senti minhas pregas se abrindo, meu cuzinho tava sendo invadido e quando dei por mim percebi que ele já tinha empurrado quase metade da rola prá dentro da minha bunda… eu gemia de tesão e estava toda arrepiada, ele movimentava levemente aquela tora e me falava no ouvido:– Ta gostando putinha?– hum hum… Pauzudo safado, tá arregaçando meu cuzinho… Fode…– Relaxa que eu quero por tudo.