Minha esposa doida pra dar a Buceta

Minha esposa doida pra dar a Buceta

Minha esposa doida pra dar a Buceta

-ISSSSO NEGÃO FOOOOOOOOOOOOODEEEEEEEEEE,- A voz de Isa tremia pela quantidade de socadas que levava – ARREGAÇA NEGÃO, MEEEEEEE FOOOOOOODEEEEEEE TOOOOOODAAAAAAAA.

Não sei dançar funk muito bem, mais com a roupa que estava qualquer rebolada dava para ver o meu rabinho e isso era suficiente para deixar a homarada loura.

Ele tirou o diploma, mas você sabe que ele resolveu ser fotógrafo e eu o ajudo nisso.

Depois ela sentou-se num banco que estava ali, abriu as pernas e disse que estava pronta!! Coloquei sua calcinha na ponta do cavalete e comecei a pintar. Como é que pode ficar me provocando desse jeito.

Eu não tinha a mínima vontade de colocar minha boca num cacete.

– Berrou Angela ao sentir a vara de Gabriel entrando vagarosamente em sua vagina. Era a primeira vez e tinha que ser feito por alguém experiente, alguém que me fodesse igual uma putinha.

Quase caí dura de tanto tesão, sentia todo meu corpo tremer, Mauro sugava minha buceta e sem deixar meu cuzinho de lado, ia pincelando sua lingua de trás prá frente de frente prá trás.

ele começou a fazer movimento de vai e vem.

Senti aquele jato quente dentro de mim, me fazendo arrepiar todo, e sem controlar, gozei na cama, sujando todo o lençol.

faça para mim agora…quero ver oq vc estava fazendo….

Ele entra e escuto eles conversando, resolvendo o problema e então eles entram no quarto, onde supostamente tinha mais um defeito, e percebo que os dois estão bem empolgados, eu consigo espiar, mas eles não conseguem me ver, vejo que minha esposa está se insinuando para o rapaz, chegando perto, encostando nele e ele por sua vez retribuindo, já mostrando estar excitado, até o momento que caiu o controle no chão e os dois se agacharam pra pegar a coisa esquentou, começaram a se beijar e um a passar a mão no outro. Eu estava doida de tesão, e falei para ele passar o dedo na minha buceta.