Novinha Dançando Fazendo Strip Peladinha Abrindo A Buceta

visualizações

2 mins

Categoria:

Tag: , , , , , , , , , , , , , , ,

Novinha Dançando Fazendo Strip Peladinha Abrindo A Buceta

Novinha Dançando Fazendo Strip Peladinha Abrindo A Buceta

minha colocou um short bem curto naquelas pernas cheias de estrias e varizes e uma blusa branca,percebi que estava sem sutiã…conversa vai e vem e ela me pergunta:”sobrinho ja tem muito tempo que não te vejo com namorada,oque ta acontecendo?”eu disse:uai tia é porque eu gosto de outro tipo de mulher e por isso fica difícil pra achar alguém,ai ela perguntou “que tipo de mulher você esta falando?”eu disse:gosto de coroas e gordinhas,ai ela se espantou e disse “coroa assim como eu você ficaria?”eu disse:só não tenho a sorte tia,ai riu e disse “bora ficar então?”eu disse:bora!ai se aproximou me deu um beijo e falou mas eu tenho 59 anos,voce nao se importa?eu disse que nao que ela tava no pontoAgente nao enrolamos,comecamos a nos beijar eu ja fui tirando sua roupa e coloquei ela emcima da mesa e abrir suas pernas e vi aqela buceta ingiado cheio de rugas e bem cabeludo,xupei ela toda e meti ela suspirando forte peguri ela de quatro e meti e cuspi no seu cuzinho ai ela disse que eu quizesse o cuzinho dela eu ia ter que comer todo dia""IIIMeu marido Gil está com sua rola entre meus volumosos seios e empurrando minha cabeça pra baixo no sentido de eu chupar a cabeça de seu pau. Comecei a beber e dançando conforme a musica tocava depois de um tempo bebendo esqueci ate q estava de saia rebolava ate o chao um colega ficava me olhando naoo tirava os olhos da minha calcinha,quando percebi fiquei meio sem graça e parei de dançar e como já era tarde da noite ele me ofereceu uma carona pois morava na rua em baixo da minha só ia deixar a prima dele em casa q estava bêbeda.

É muito bom dar para dois homens, eu amo, por isso falo que sou putinha desde novinha e adoro uma pica mesmo.

Foi uma dor indiscritível, como se uma faca me rasgasse a entrada, fazendo-me gritar e chorar enquanto ele entrava e saía.

Entrei no banheiro e percebi que o banheiro não tinha box, na saída do banheiro deixei a porta aberta propositalmente, com isso dava pra ver ela peladinha toda ensaboada, dai ela gritou – fecha a porta que ta frio, então como já estava do outro lado do quarto pedi a meu amigo que fechasse, ele que já estava olhando pra ela deitado, levantou para fechar a porta e aproveitou para ver os detalhes que ainda não tinha visto, sua bucetinha era toda depilada, com exceção de alguns pelinhos sobre o clitóris, mas bem poucos. Chegando lá fomos nos pegando, nos beijando e ela parou e falou: ” vim pro inferno, vou abraçar o capeta, oh homem gostoso!”Me jogou na cama e fez um striper gostoso, sem música, mas nem precisava, poiso som que saia daquele corpo, era sinfonia pra mim.

"meu nome é David, sou moreno cor de jambo, tenho 25 anos, não sou magro nem gordo tenho 1,80 de altura 80 quilos,tudo começo quando começou quando um dia minha chefe pediu pra que eu levasse ela no banco, pois o carro dela estava na oficina, no caminho ela recebeu uma ligação de seu marido, que pelo que deu pra entender ele a tratou mal, e pelo que parecia não tinha sido a primeira vez, depois que ela desligou ficou se lamentando dele, dizendo que ele merecia ser traído e mais umas coisa, dai pensei é a hora de atacar, pois sempre fui tarado nela, uma morena de 1,70 de altura peitos médios, bunda tamanho GG linda e uma bucetinha pequenininha e apertada…logo comecei a consolar minha chefe e percebi que ela estava decidida a ir fundo na traição, não me deixei perde tempo, mesmo dirigindo comecei a passar a mão na perna dela e consolando ela sempre me dizendo que eu era gentil e que eu deveria ser um ótimo homem, depois de muita conversa chegamos ao banco ela resolveu o problema e decidimos sair pra almoça, leve ela a um restaurante bacana, la conversamos e ela começou a se insinuar pra mim e perguntou se eu teria coragem de ficar com ela, eu disse que sim que ela era muito bonita nova charmosa, só restaurante sem muitas conversa ela já mandou eu ir pra um motel próximo disse que o marido iria ter o que ele queria, fiquei sem palavra e apena obedecia levei o carro ate um motel, ela já bem soltinha acariciava meu pau por fora da calça mesmo, quando entramos no motel ela me deu um beijo e disse que estava doida pra dá, disse que o marido dela não a comia ela e quando ele comia era só uma transa rápida, ela falou que queria um homem de verdade, e eu a mostrei que sou um homem de verdade, já fui abrindo o zíper da calça e ela se surpreendeu com o tamanho do cacete já duro ele mede 19 cm, ela falou nossa é o dobro do corno do meu marido, eu apenas sorrir e a puxei pra que ela a mamasse, e sem frescura ela caiu de boa nele, chupava deliciosamente, mas meu intuito era outro era aquele rabo delicioso, sem demoras coloquei-a de 4 e metir forte naquela boceta que era apertada ela gemia gostoso rebolava como se meu pau fosse o melhor, depois de uns minutos ela gritou mais rápido seu tarado, vai me fodeee porraaaa eu vou gozaaa, sentir que a buceta dela ficou mais lubrificada e mais quente, era o gozo da minha chefinha que delicia eu fiquei loco com aquela cena eu comendo aquela buceta olhando aquele cuzinho piscar pra mim não deu outra gozei dentro dela quando tirei o pau dela ela olhou e falou quero mais,vou contar no próximo pra não ficar cansativo, mas foi uma foda maravilhosa comer minha chefinha!!!"Sentados, saboreamos uma deliciosa cerveja.