Novinha De Manaus Fazendo Surubinha Com Malocas Da Favela Depois Da Festa

Novinha De Manaus Fazendo Surubinha Com Malocas Da Favela Depois Da Festa

Novinha De Manaus Fazendo Surubinha Com Malocas Da Favela Depois Da Festa

Em dado momento quando utilizou o taco de aproximação para marcar seu primeiro ponto mostrou mais uma vez seu bom humor e picardia e sorrindo sentenciou: “viram como vou bem com dois tacos!!”"Por incrível que pareça a boneca se curvou e nos disse:“Gente, parece que vcs já se conheciam; Agora que tal os 2 virem me conhecer juntos e aliviarmos esta tensão; Acabou acontecendo e o passado não vai mudar, sendo assim proponho uma surubinha À 3 para nos alegrar comemorando uma nova parceria;"Aí ele para o carro em um rua"Me chamo Guinevere, tenho 28 anos. Moramos em Manaus e temos um sitio fora da cidade a 50 km.

comNa manhã seguinte, indo pro trabalho vejo a loira voltando da padaria e começamos a combinar o fim de semana quando a novinha aparece e me dá um tapa na cara, dizendo que se eu encochar ela de novo no elevador, vai reclamar com o pai.

Enquanto penetrava Mari gemia e pedia mais:-AIHHAIII…assim papai…fode tua menininha…que pauzão o papai safado tem…tá bom meter na filhinha?Resolvi brincar:-Que filhinha? Não era uma putinha? Eu acho que peguei uma vadiazinha na rua, quanto você cobra mesmo…cem reais?Ela sorriu com cara de sapeca e para gozar comigo:-Vai lhe custar tres mil reais…já esqueceu?Relaxados e ela já acostumada com meu pauzão dentro dela comecei a bombar,devagar no início e depois aumentando até ela voltar a gemer e gritar demonstrando muito prazer, eu tirava quase tudo e metia rasgando, esqueci que era minha filha, alguém pode me culpar? Bombei forte como as vadias gostam e ela aguentou bem, gritando pediu mais e mais até se descontrolar em múltiplos orgasmos.

Passado um tempo esse amigo convidou para irmos passar um final de semana na sua casa de praia, fomos no sabado perto de meio dia, chegando lá ele estava com sua esposa e o casal de filhos, tudo tranquilo, sua esposa já conhecia a Marcela mais não sabia do nosso passado, começamos a beber na piscina fazendo churrasco, lá pelo final do dia estamos já bem a vontade até mesmo pela bebida, estavamos eu, Marcela e ele na churrascaria quando ele disse nossa Marcela continua muito gostosa, olhou pra suas pernas, Marcela estava de fio dental, não aguentou e deu um tapa na sua bunda na minha frente e disse já comi muito essa xaninha gostosa, não sei o que me deu mais disse, cuidado tua mulher pode ver, todos rimos, Marcela estava também alta pela bebida e disse nossa também já engoli muito esse pau gostoso, aquele papo tornou-se muito tesudo entre nós, Marcela olhou pra nós e disse esse dois safados já estão de pau duro, o amigo fastou-se um pouco e pegou na xaninha da Marcela por cima do biquini, fiquei fazendo parede para mulher dele não ver, só vi quando Marcela começou a gemer, eu disse vou até a cozinha conversar com sua mulher, os dois fastaram um pouco para a parede, deu uns 20 minutos e eu voltei, a Marcela estava colocando o biquini as pressas, e assim pude ver que nosso amigo ainda come minha putinha. Sentei ao seu lado e tentei puxar alguma conversa:– É estranho essas festas onde ninguém bebe, parece que estamos fazendo algo errado.