Novinha Mata Aula E Dá Perdido No Namorado Para Visitar O Branquinho Pauzudo

visualizações

4 min

Categoria:

Tag: , , , , , , , , , , ,

Novinha Mata Aula E Dá Perdido No Namorado Para Visitar O Branquinho Pauzudo

Novinha Mata Aula E Dá Perdido No Namorado Para Visitar O Branquinho Pauzudo

Olhei para o lado e pelo espelho vi aquele trenzinho sexual bem gostoso, um marido enrabando sua deliciosa esposa e sendo enrabado por mim.

Ela se entusiasmou logo e se produziu toda e brejeiramente, me disse que talvez pudéssemos realizar nossa fantasia.

Ela era de Belo Horizonte, e vinha nos visitar com alguma frequência. ASSIM QUE NOS VIMOS SÓS A VANIA FECHOU A CASA FOMOS PRA MINHA SUITE E ELA LIGOU PARA O NAMORADO.

Quando acabou a apresentação,o Diretor nos distribuiu para nossos devidos quartos;os quartos tinha aquela porta entre uma apto e outro;eu dividi o apto com o Jobson,Ferreira dividiu apto com Anderson;e o Djalma ficou num apto sozinho e ficou contente com isso porque poderia pagar uma putinha e foder sem ninguém incomodar. – Fui me abaixando ali mesmo, do lado da roda da frente do caminhão, completamente nua, ficando de cócoras, o que faz com que a bucetinha abra naturalmente.

Eu tinha orgulho da minha bunda empinada sá com um pequeno triangulo branquinho.

rn-acho que tenho o sogro mais lindo e mais puxa-saco do mundo…desse jeito fico me achando. Com gel no rabo, ainda deitado, fui invadido por uns bons 20cms, mas a falta de sintonia do Carlos que me socava e meu organismo em relaxar, não permitia que entrasse mais.

Seu nome é Patrícia, e ela é um ano mais nova que eu.

Não acreditava que aquela gatinha, pequenina e novinha pudesse ser tão safada. Isso tudo demorou uns 15 minutos, imaginei se ele ainda estava lá… Chamei pelo SKYPE:– Vamos? – e ele:– Bora gostosa… e já mandou a solicitação de chamada com vídeo a qual eu atendi rapidamente…Apareceu no meu vídeo uma piroca preta gigantesca e dura com uma cabeçona enorme, roxa e melada… Com o áudio aberto eu falava com a voz afeminada:– Estou louca de tesão seu puto safado pauzudo, cavalo… Seu pau é enorme e eu quero chupar. Estremeceu longamente, gemeu sentidamente, roucamente e se deixou cair no sofá sem forças, olhos semicerrados perdidos num canto do infinito e um sorriso de satisfação preenchendo seu rosto. Sentaram-se num sofá, um ao lado do outro.