Novinha rabuda pelada transando gostoso

Novinha rabuda pelada transando gostoso

Novinha rabuda pelada transando gostoso

Varias vezes eu entro na casa dela e vejo ela pelada ou semi-nua, tanto que ela nem liga mais…Agora o M. E principalmente, para felicidade dela, muitos elogios a forma do corpo dela que conforme ele mesmo disse nem de longe representa estar próximo dos quarenta …Quem sabe se encontrarmos alguém tão especial quanto este amigo poderemos repetir a dose, os anúncios estão colocados, quem sabe ?Quem sabe realizamos a outra fantasia dela que é de “conhecer “ um negro !Marido.

Eu me aproveitava da amizade com Tatiana para arrancar dicas de como agradar um homem na cama.

a gente sabe que vc vai voltar putinha rabuda, e me comeram quase que diariamente por uns 40 dias…. – Depois de invadir seu quarto, agora invado sua cama, desculpa…– Ei… não.

Fui iniciada no sexo por meu próprio pai, o Dr Delço, um advogado muito respeitado e severo mas que na verdade é um safado comedor de novinhas, nada de pedofilia, meu pai como advogado não é otário, adora uma novinha desde que maior de dezoito anos. Ela viu que se distraíra e pediu desculpas, segurando a tanguinha e disse que tinha aquele modelo maior.

Eu gostei tanto das suas brincadeiras de pega, pega e mão aqui, mão ali abraços e beijos, que durante um banho da minha irmã, meu cunhado me deixou peladinha, me sentou no seu pau e fodeu a minha buceta bem gostoso, foi ai que acabei perdendo o meu cabacinho e depois desse dia, ele ainda me fodeu várias vezes, até que eles se mudaram e foram morar em outra cidade, mas a minha irmã, nunca soube que eu peguei o seu marido e nem que foi ele que tirou o meu cabaços.

"Há algum tempo nasceu o desejo de vê-la transando com outro, pois sinto muito prazer vendo ela se deliciando durante nossas transas.

Era umas 10h levantei e fui buscar água e passei primeiro perto de Marcelinha, uma verdadeira Princesa, branquinha, parecia que foi criada no leite, cabelo longo com uma cor meio amarelada, tipo mel, magrinha, rosto lindo, peitinho tamanho “M”, que delicia, cheirosa.