Perereca Do Carlao Mulher Fala Grosso

17 seg

Categoria:

Tag:

visualizações

17 seg

Categoria:

Tag:

Perereca Do Carlao Mulher Fala Grosso

Perereca Do Carlao Mulher Fala Grosso

Galera, esse é meu primeiro conto e não sei se fiz direito! Eu sei que meu conto ficou um pouco longo, mas eu realmente espero que vocês tenham gostado! Não percam a parte 2!"olá, meu nome é Pa,ulo, já publiquei dois contos (reais) aqui neste site, e resolvi publicar outro… apás terminar o namoro com minha namorada e o tio dela, carlão, fiquei sem ter relaçao com outro homem uns 2 anos, até que um dia um amigo meu me convidou pra visitar a casa dele que estava em obras para dar uma olhada, acabei me atrasando e ao chegar lá o pedreiro luiz disse que ele já havia ido embora mas que eu podia dar uma olhada na obra mesmo assim, achei legal, e na hora nao pensei em nada com aquele homem, negro (tenho sorte com negros, que maravilha) 1,80m mais ou menos, ele mesmo foi me mostrando a construçao sá de bermuda todo suado, ai sim comecei pensar besteira… mas como havia um outro pedreiro o marcio (este nao era negro, era muito negro, um afro descendente puro e um pouco mais auto que luiz), entao nao dei bandeira e me controlei pra nao mostar minha excitação, no entanto o ao chegar no quarto de casal começamos a converçar, e o luiz começou a falar…” é aqui que o patrao vai comer aquela gostoza da patroinha… falei… é verdade, e começamos a falar sobre sacanagem, até que ele disse aquela celebre frase… mas o bom mesmo é comer um cuzinho apertadinho… nisso notei o volume dele e disse… mas duvido que alguem aguente teu cacete…, ele falou… é verdade , até hoge sá uma mulher aguentou, mas chegou a chorar , e também um viadinho, mas ele quase pediu agua, e o do meu primo o marcio é maior que o meu…falei …. Muitas amigas dizem ser mentiras de minha parte, mas juro que é verdade!!!"Eu: deixa eu cavalgar no seu pauDaniel: humm, delicia… vem pode sentar"Aquele pau branquinho da cabeça vermelha estava louco para invadir a minha boca, abocanhei aquele pau grosso, que nem cabia na minha boca e comecei a chupar de leve, no começo foi só a cabecinha, mas depois eu agarrei as bolas do seu saco e lambia com vontade, enquanto isso, eu masturbava aquele pau delicioso e voltei a chupar a pontinha do seu pau, quando dei por mim, eu já estava com ele inteirinho socado na minha boca. Certo dia eu cheguei em casa as 2 horas da manhã como de costume, entrei, tirei a camisa e não vi ninguém, achei estranho então fui ao nosso quarto, ao chegar lá me deparo com minha mulher totalmente nua sentando com força na pica dura de um homem jovem e bastante forte. – Você está me excitando, Lúcia!– E eu não estava? Curti cada mamada daquelas, cada mão em minha perereca, cada aperto em minha bunda.