Priminha Safada Pagando Boquete

visualizações

5 min

Categoria:

Tag: , , , , , , , , ,

Priminha Safada Pagando Boquete

Priminha Safada Pagando Boquete

"– Bate mais que eu gosto, cachorro!– Então vem ca, safada. e novamente me agarrou, não demorou muito para que tirase toda sua roupa, ela estava deslumbrante, com um fio dental branco atolado em sua bundinha gostosa, cai de boca e comecei chupara aquela bucetinha gostosa que ja estava toda molhadinha, ela se retorcia toda de tesão, soltava suspiros de prazer e apenas dizia chupa a titia vai…não demorou para que ela caise de boca no meu pau, tia neide tava muito faminta por pica, chupava com força, parecia engolir meu pau, a coloquei de quatro e comei socar, não demorou para que a vadia se retorcese de tesão e gozase, fui no embalo e gozei na sua bunda também… acabamos nos deitando como se fosse um casalzinho apaixonado, tia Neide parecia estar carente, ficamos um tempo abraçados mas nao demorupara que Nedide caise de boca na minha pica novamente, coloquei em posição e fizemos um 69 maravilhoso,a bucetinha da tia Neide é uma delicia, ficamos um bom tempo nessa posição até que novamente comecei a penetrar, parecia que titia não fazia sexo a um bom tempo, pois não demorou a gozar, mas continuei socando foi uma foda sem limites, tentei penetrar em seu cuzinho rosado, mas naquele momento ela pediu que fodese apenas sua xotinha…prestes a gozar Neide caiu de boca fazendo gozar em sua bela boquinha, aquilo me deixou louco gozei como um touro, no momento o tesão tomou conta de mim e acabei a beijando toda suja da minha própria porra foi uma experiencia muito louca, após isso ja estava no horário próximo de minha priminha chegar, tomamos uma ducha rápida nos despedindo com um belo beijo e fui para minha casa….

Ele pediu pra chupar, e ela abaixou a calcinha mostrando a buceta gordinha dela.

-E eu tinha esquecido como teu boquete é gostoso. Era estranho presenciar aquilo, até porque mesmo sabendo que eles transavam ver com os próprios olhos me parecia mais uma inversão de realidades do que qualquer coisa, e o pior de tudo era o misto de estranheza que invadia meu corpo; um misto de nojo e excitação que me hipnotizou naquele momento e não me fez perceber minha ereção encostar na bunda de minha irmã, que estava em minha frente.

Logo ela estava ajoelhada na minha frente pagando mais um delicioso boquete.