Putinha Pagando Boquete No Motell

visualizações

77 seg

Categoria:

Tag: , , , , , , , , , , , , , , ,

Putinha Pagando Boquete No Motell

Putinha Pagando Boquete No Motell

Escalei mais 50 peões pra próxima semana tem peão pagando pra ir primeiro conseguir receber três picas de vez no cu cinco na boca, engoli cerca de 5 litros de porra era gala que não acabava mais.

Meu primo, aproveitando a posição, também encheu a boquinha dela, que enquanto se lavava perguntou se a gente havia gostado.

Ele gozou forte e eu esguichei igual uma mangueira. Sai daquela boléia como criança que ganha brinquedo em dia de natal. Ela segurava e eu empurrava devagar, até que a cabeça passou pelo anelzinho apertado, ela parou e soltou meu pau, gemeu com prazer então levantou a perna e pôs por cima da minha.

Coloquei as mãos no joelho para me equilibrar. com"Marcelinha, segurava os peitinhos de Claudia, puxava o seu cabelo e a beijava na boca, eu já estava quase explodindo, com a cena, meu tesão tava fora de controle, a Claudia pede para socar com tudo que ela ia gozar, soquei sem dó ela começou a gritar e chamar a Marcelinha de Putinha, ela gozou e eu encharquei a sua buceta de porra, devo ter dado umas oito jatos de porra nela, depois que tirei o pau para fora a Marcelinha perguntou se Claudia queria porra, ela fez com a cabeça que sim, Marcelinha ceio chupou a porra que estava escorrendo da buceta dela e foi beija-la para dividir a porra, pensei (pqp cara, nessa noite vou fuder elas demais…)Isa olhava diretamente para Gabriel, imaginava o tesão que o namorado devia estar sentindo participando pela primeira vez de uma suruba, ainda mais essa sendo em família, ela acelerou os movimentos com a boca no pau do tio e sentiu que o mesmo estava prestes a gosar.

rnEstava tudo mais que perfeito em minha vida. Quando elas viram a revista começram a folhear com muita fome nos olhos parando em uma página em que aparece um boquete maravilhoso, olharam pra foto, olharam pro meu pau, olharam uma pra cara da outra e “É bom?!” perguntou Andressa, e eu maliciosamente disse “pode provar” levando meu cacete até a sua boca.