Safada Fazendo Boquete No Vigia

Safada Fazendo Boquete No Vigia

Safada Fazendo Boquete No Vigia

Quando chegou na parte da dupla penetração da menina, ele enfiou um dedo no meu cuzinho, era o que estava faltando, algo no meu rabinho, me senti preenchida, gozei na hora.

Empurrou a namorada de costas na cama, e tirando também a toalha da Patrícia, fez o mesmo com ela. Paralelamente, virei um comedor mulherengo que não perdoava ninguém, o que acabou por precipitar o fim do meu noivado, que já não vinha bem das pernas. Terminada a refeição ele pediu uma garrafa de vinho e só se levantaram depois que ela foi devidamente esvaziada. Ela ficou vigiando a hora em que ele chegava do trabalho e assim que o viu entrar no prédio, preparou-se para ir até o apartamento dele. Levei os dedos no meu rabinho e não acreditei o quanto estava arreganhado… Deitei de lado e ele veio por trás, já enfiando aquele pauzão de novo no meu cu… arrebitei bem a bunda, e ele novamente enterrou tudo, gemi, gritei e ele começou a socar, a bombar com violência, fazendo aquele pauzão entrar todo na minha bunda.

Não comparecia, e ele era bem safada e já queria me dar logo de cara. – De tudo amor quero tudo quero ser sua PUTA.

Fui tirando a roupa dele devagar, beijei e mordi ele inteiro.

Ela gemia tresloucada, mas queria cavalgar, jamais trepava com alguém sem cavalgar, então falou com ele para se deitar no sofá, ele obedeceu, ela sentou no pau dele e pulou até conseguir seu gozo. Jogava como goleiro no time de futebol da escola, media mais de 1,80 metro (acho que a gente encolhe com a idade…) e era muito bonito (modéstia a parte).

Minha prexeca estava toda ensopada, eu não sabia o que devia fazer.

Era uma visão linda demais para uma mão cabeluda e calejada.

Mas antes não! Tenha paciência. Ela estava feliz da vida e pensava em sair logo dali, mas ele a dissuadiu. Marlene, bem ao nosso lado, ao lado da cama, ao filmar o boquete de Sandra mais de perto, ficou com sua bunda virada para mim. ela se pois de joelhos no sofá.