Safada se masturbando no carro

Safada se masturbando no carro

Safada se masturbando no carro

Preferi ir de escada para demorar um pouco mais e não parecer tão interessado, como na verdade eu estava. Se recompondo, começou a rebolar e depois a cavalgar, me olhando com cara de safada que estava adorando dominar. Leandro ficava num misto de tesão e receio. Ele ficou todo encabulado, olhou para meu marido, tipo para pedir o seu consentimento e começou a passar óleo em mim. Depois disso não paramos mais de conversar, de modo discreto pois haviam outras pessoas perto de nós. Na volta, no domingo, chegamos muito tarde, pois o trânsito estava muito ruim.

Éramos 3; Isabel, mamãe e eu.

Ele vai descendo a boquinha e dessamara a parte inferior do meu biquíni (lacinho) com a boca e pede para abrir minhas pernas, ficando assim de frente para o meu namorado que a essa já está se masturbando com a cena (ele sempre pediu para trasar comigo e outra mulher), Paula pede para ele se levantar e o olha para mim como se pedisse para chupa-li com não disse ela começou a chupar todo o pai dele e ele gemendo de prazer e então subiu na minha cama e comecei a chupar bem gostosinho, Paula já com a boca na minha buceta, chupava fazendo gemer bem gostoso incentivando a continuar. E ele colocou-a para cavalgar, de costas para ele, e ficou admirando a beleza da bunda da irmã. Quando nos conhecemos tivemos uma forte identificação em todos os sentidos, inclusive no sexo. Ele tirou a camiseta e pude ver seus músculos por completo e uma tatuagem no peito muito linda.

E assim fui ficando cada vez mais intrigada, eu apesar de virgem já era crescidinha não uma menininha boba, eu sentia vergonha e uma raivinha de apanhar na bunda e ser obrigada a mostrar as calcinhas.

Entrei em seu carro e fomos rumo ao nosso cantinho, naquele momento muito especial.

E pegou no meu pau e começou a me punhetar até eu gozar. ""Não consigo parar mesmo assim. VG estava atordoada por não entender porque sua mãe era punida tão severamente.