Safainha Sofrendo Na Rola Gg Do Dotado

96 seg

Categoria:

Tag: ,

visualizações

96 seg

Categoria:

Tag: ,

Safainha Sofrendo Na Rola Gg Do Dotado

Safainha Sofrendo Na Rola Gg Do Dotado

Aqueles lábios, a boca pequena e a língua quente que envolviam meu pau eram convincentes.

Já fazia uma meia hora que a Ângela tinha terminado seu banho, pelo tempo eu imaginei que ela já estivesse dormindo, e aí eu dei o ok para o Carlos,– Acho que você já pode ir. Temos um amigo bem dotado que sempre que estamos com muito tesão a genet procura chamar ele para sair. – que eu fiz questão de acabar com isso. Parei de falar com ela um tempo e do nada meu telefone toca era !? Vanessa; dizendo que não parava de sonhar comigo, depois de meu desejo por ela cessar.

Ele ergueu a cabeça, saiu da cama, em poucos movimentos tirou sua roupa ficando completamente pelado. Isso me fez virar os olhos, gemer e pedir para não parar, a ardência era suportável e a sensação era que tudo se queimava dentro de mim.

Seus seios cutucavam o cetim leve da camisola, denunciando seus biquinhos ouriçados. Dei uma camisinha para ele, passei muito KY no rabinho dela porque não quero ver ela sofrendo e liberei para Claudio a enrabar, que o fez por uma 10 minutos, pedi para não gozar porque ela gosta de tudo na cara. Depois disso eu o caseiro fomos arrumar um canteiro que as aves haviam revirado todo, enquanto estava-mos ali fazendo o trabalho, chegou até a nós uma ovelha, e ficou cheirando a gente e se encostando em nós, meu sogro chegou perto e disse: eeeh alguem anda comendo essa ovelha, pra ela ficar se esfregando assim, só pode ser, e eu falei eu tambem acho, apontando pro caseiro, e caimos todos na gargalhadaTerminamos o canteiro e ficamos só eu e o caseiro ali sentados na grama conversando, e a ovelha continuava a nos rodear, eu disse a ele, passe a mão na bunda dela, pra ver a reação, se ela ficar parada é porque está no cio, não deu outra, ela chegava a abanar o rabinho de contente e não saia dali.