Sra. T. De Pelotas Com Namorado E Amigo

42 seg

Categoria:

Tag: , , , , , , ,

visualizações

42 seg

Categoria:

Tag: , , , , , , ,

Sra. T. De Pelotas Com Namorado E Amigo

Sra. T. De Pelotas Com Namorado E Amigo

A Carla, a Andreia e a Lurdes diziam-lhe para descontrair que daí a alguns minutos a dor passava bastante mas a Cristina continuava a apertar-se enquanto o Carlos continuava a enrabá-la com força, rebentando-lhe as pregas. Eu, toda sorridente, falei para ele sentar que eu buscaria um suco e algo para ele beliscar.

Entrei no banheiro, que estava vazio, e fui logo na primeira cabine.

No dia seguinte ele foi fez a missa e ao final a beata se aproximou e apresentou a irmã dela, uma coroa gostosa aparentava ter uns 303 anos por mais ou menos , a mulher tinha um peitão e um bundão e a cintura fina mas o padre não olharia pra isso e sim para os motivos dela estar ali.

Chegamos ao sítio, na verdade era uma casa num condomínio, uma chácara como dizem os paulistas. Aí tirei o pau e escorreu aquele gozo quente pelas coxas dela. -Não se preocupe querida, seu filho e eu ficaremos bem, hoje será a noite dos garotos!-Haha, tudo bem então! Beijos tchau"Se alguém quiser entrar em contato, fique a vontade. e comia meu cu com vontade. Fez toda a diferença, pq não se passou 1 hora e o cel deu sinal de vida. Na sexta a noite ele foi pro sítio, jantamos e ele foi super legal e simpático, tinha seus 40 anos, branco, forte, barba linda.

Depois é que ela começou com os movimentos com a mão, como havia feito no outro dia. Scheila gemia e dizia que eu tinha um pau muito gostoso. Enfim, tudo acabou acontecendo muito rápido, meu amigo e a sua vizinha da frente ficaram e em poucos dias já estavam namorando.

Eu podia sentir a pulsação dele subir, a respiração ficar ofegante e a pupila, ó, a pupila, era capaz de eu passar por inteiro dentro dela, mas o que eu queria penetrar mesmo era outro lugar, ou ser penetrado, ouvi dizer que era assim que se dava prazer para os afeminados.

Ele sobiu até seu pescoço,deito por cima dela e disse “não sou seu namorado. Ela respondeu:– Não, Alberto! Tudo menos isso. Eu disse que não, mas ela ignorou e ainda me amordaçou.