[vazou] Flagra Na Novinha De Blumena

4 min

Categoria:

Tag: ,

visualizações

4 min

Categoria:

Tag: ,

[vazou] Flagra Na Novinha De Blumena

[vazou] Flagra Na Novinha De Blumena

Chupava com muito mais vontade do que jeito, mas ainda assim era delicioso o boquete daquela novinha tarada.

O ritmo e o calor da pegação foi aumentando, estávamos ambos descobrindo o quanto sentíamos vontade de ficar um com o outro, além disso, o ambiente, sujeito a um flagra a qualquer momento, deixava o tesão ainda mais em alta.

Ele diminuiu o ritmo, agora deixava só a pontinha encostada e depois deslizava a glande que toda vez que entrava fazia um barulho de pressão alargando os pequenos lábios. Sempre tive vontade de conhecer o estado de Santa catarina, porém não sabia que era tão bom assim Tudo começo u em uma viagem que fiz com minha esposa para Blumenau.

Claro que eu dava! Eu daria tudo para aquela mulher! Existem mulheres e existem fêmeas, e a professora Luciana era um notável espécime de fêmea bem dotada pela natureza! A professora entrou no carro, sentou-se ao meu lado, e eu fiquei com medo de não poder mais dirigir, pois ela usava uma saia generosa, que mostrava as suas pernas bem delineadas e bom pedaço de suas coxas brancas e roliças. Dormir ou esperar que ela se movesse e destapasse.

Conto essa historia pra vcs mais tarde. Ele sussurrava de prazer dizendo que não ia aguentar e gritava várias vezes: aí Mari, vou gozar desse jeito!Vc chupa como ninguém! Ouvindo isso não aguentei mais! Pedi para que ele enfiasse seu pau duro e quente na minha buceta toda molhadinha e louca de vontade de ser comida por ele.

No dia seguinte acordei mega cansada, fui ao banheiro tomar banho e escovar os dentes, bateram na porta e como era o Sr AS atendi e deixei entrar pois procurava algo e ele veio me falar que não era pra eu desconfiar de forma nenhuma que ele não estava interessado em mim, que eu era linda e interessante e que não era pra me subestimar, eu concordei e imediatamente ele começou a me beijar com um desejo ardente por mim que não tinha sentido no início, ele me pegou e me colocou em cima da pia do banheiro, abriu minhas pernas e roçava a sua pica em mim e eu a sentia latejando, meu corpo foi arrepiando todo e comecei a sentir uma sensação indescritível, uma mistura de prazer com medo.