Victoria A Loira Casada De Curitiba – Putaria Completa

Victoria A Loira Casada De Curitiba – Putaria Completa

Victoria A Loira Casada De Curitiba – Putaria Completa

Fui engolindo todo leite pois não queria desperdiçar uma só gota.

Senti seu suco escorrendo pelos meus dedos, afastei ligeiramente os lábios e encontrei a entrada da vagina, completamente lubrificada e pronta para gozar. ,fique tranquilo depois te conto e faço com vc também ………. Minha sobrinha, a Flávia , filha de meu irmão que vive em Maringá veio para Curitiba fazer vestibular. Judiava passando seu pau em sua xaninha, no seu rabinho, na sua coxa, isso deixava Victória doidinha. Me despedi de Amanda,ela disse que iria tomar um banho e que o porteiro abriria o portão para eu sair do prédio,sai do ap e,quando cheguei ao térreo,o porteiro me pergintou sorrindo:E ai meu,comeu a loira?. Quando cheguei em casa fui direto tomar banho.

Gil chegou a acreditar que Ruddi estivesse “alto”, não sabendo ele, que Ruddi estava acostumado a beber pelo menos meia garrafa de conhaque por dia!!Gil disfarçando via Gisele enroscada em Ruddi dançando. Ao entramos o bonitão me mostrou o banheiro e falou para ficar bem a vontade, que a casa era minha, fui pro banho e por sinal uma delícia e retornei a sala peladinho achando que iria abafar, mas quando cheguei, encontrei os três se chupando todos pelados e com os paus duros e para meu delírio o bonitão tinha uma pica linda, média, grossa e bem cheia de veias levemente entortada para esquerda, olhou para mim e me chamou com uma das mãos e me segurando pelo braço me direcionou ao seu mastro, fiquei beijando bem devagar e passando a língua por todo o corpo duro do seu pau, rebolando o rabo na cara do meu amigo e do idoso que não parava de tentar acertar o dedo no meu cú, recebia alguns tapinhas e quando me dediquei a dar um trato melhor na pica do bonitão deixei de rebolar e o idoso em fim acertou seu dedo no meu rabo, fiquei chupando um pau delicioso e recebendo dois dedos no cú, um de cada coroa, segurei nas nádegas do bonitão e tentei enterrar todo seu pau na minha boca, e com ele todo dentro passei a língua no seu saco, ele foi ao céus e eu quase engasguei, ele segurou minha cabeça e pediu para eu ficar na mesa posição que estava só que agora mamando o idoso para ele meter no meu rabo.

Permaneci completando minha fantasia, beijando carinhosamente aquele grelinho delicioso, provocando um leve choque a cada toque de meus lábios sobre a pele quente. Meu nome é Andressa e sou casada a 6 anos com Mauro que foi tb meu primeiro namorado sério, antes dele tive alguns peguetes mas não passou de beijos e amassos quentes, uiiii…Casamos quando eu tinha apenas 18 aninhos e ele 22. Cris parecia não ligar para o que eu dizia, arrebitou aquela bunda gostosa e começou a tirar a calcinha. Quando eu vi que a putaria tinha começado fiquei mais excitada, então escorei a mulher que eu estava pegando na parede e comecei a dedilhar a buceta dela enquanto continuava lhe beijando, não demorou muito para ela ficar extremamente molhada. Meu pai não permitiu que eu fosse e Carlos sugeriu que que eu ficasse jogando game com o filho dele, um menino chatinho.