Video Caseiro Safada Loirinha Comendo A Safada Por Macho Na Beira Da Lagoa – Rs

97 seg

Categoria:

Tag: , , , , ,

visualizações

97 seg

Categoria:

Tag: , , , , ,

Video Caseiro Safada Loirinha Comendo A Safada Por Macho Na Beira Da Lagoa – Rs

Video Caseiro Safada Loirinha Comendo A Safada Por Macho Na Beira Da Lagoa – Rs

Recentemente compramos um pequeno lote em um condomínio à beira do lago de uma usina hidroelétrica perto de nossa cidade. Ele a deitou no chão e então socou com muita força, ela mordia o tapete para não poder gritar e ele socando com tudo dentro dela, não agüentou muito e o vi gozando dentro do rabo da minha loirinha linda. Logo após tirou ele da bermuda e me olhando com aquela carinha safada, começou a chupar com tanta vontade que quase gozei na cara dela, mas tinha outros planos para ela.

Ele a levantou novamente, tirou seu vestido de vez(que já estava todo molhado da baba dela),a posicionou de 4 de lado no sofá com a cabeça bem baixa,nesse momento eu me manifestei,falei:CARLOS,VC TEM CAMISINHA AI?Ele me olhou e respondeu,CARA SOU CASADO A 5 ANOS,NÃO USO ISSO,VC TEM?Eu fiquei em silencio, ele voltou o olhar para o Camila, encostou seu pau na entrada da bucetinha dela e a penetrou,ela deu um gemido e tentou ir para frente, ele acompanhou o movimento e entrou mais fundo ainda,e começou a foder forte dês do inicio, enquanto ele metia começou a soltar uma sério de palavrões,chamou ela de puta,cadela,biscate,ela apenas gemia alto e eu observava espantando com oque estava assistindo…Ele mandou ela levantar a cabeça e apoiar as mãos, começou a meter apertando os 2 peitos dela e puxando contra o corpo e disse VAMOS VER SE ESSE SILICONE É BOM MESMO,Ele apertava super forte, cheguei a pensar que a prótese ia estourar, Camila gemia super alto, acho que algum vizinho ate reclamo pq o interfone tocou algumas vezes…Carlos largou os peitos da minha amada e mandou ela abaixar a cabeça novamente,ele metia e abria a bunda dela com as 2 mãos,ele disse, COLOCA AS MAÕES PRA TRAS E ABRE VC SUA BUNDA PRA MIM VADIA,Camila obedeceu e ficou mais entregue ainda,a buceta dela chegava a pingar,Carlos enquanto metia pegou o dedo indicador e começou novamente a penetrar no anus dela,ele guspia e enfiava o dedo cada vez mais,Camila que estava com, as mãos para trás teve a reação de tentar tirar a mão dele,mais tomo um forte tapa na bunda,ele tirou o dedo agarrou ela pela cintura e começou a foder muitooo forte,ela quase chorava, ele as vezes parava e dava uns tapas bem fortes no traseiro dela,chingava ela de td e continuava a meter,ele pegou o polegar e meteu inteiro no anus dela que nem esboçava mais resistência,apenas abri a bunda como ordenado, já tinha passado mais de 45 min que ele estava comendo ela de 4 sem parar,ele voltou a penetrá-la com o indicador,o dedo estava até no talo no cu dela,ele tirou e começou a enfiar 2 dedos sem nehuma resistência de minha namorada,ela estava tomando na buceta forte com 2 dedos no rabo,quando Carlos tirou os dedos pude vir que ela tinha se borrado um pouco ,ele limpou na bunda dela e voltou a penetrar os mesmos dedos e continuar a meter…. EU NÃO VOU OLHAR VOLUME DE MACHO DISSE RINDO, ESTOU DE OLHO EM OUTROS VOLUMES, ME REFERINDO A ANA PAULA QUE AGORA NADAVA JUNTO COM OS RAPAZES, OS GAROTOS TINHAM BELAS PERNAS E BUNDAS MUITO BEM ARREDONDADAS E EMPINADAS, NÃO PARECIAM SER GAYS, MAS ERAM. Mas fiquei intrigado quando passamos uns dias na casa de um amigo nosso que tinha um sitio à beira de uma grande lagoa.

Eu fiquei em casa e por isso, o caseiro teve de dirigir o segundo carro, pois eram muitas pessoas. Não sei se quero continuar as sessões ! Acho que preciso refletir sobre isso…"Me chama no Whatsapp para conversamos,  tricar experiência 13974040926– Nossa, que boquinha de veludo, sua safada. A noite passou minha cunhada tinha bebido um pouco demais e foi dormi, meu namorado e Frankilin ficaram na sala jogando video game e eu fui tomar banho, enquanto eu tava no banho ouvi o telefone tocar depois de alguns minutos meu namorado veio no banheiro e falou que ia ter que sair pra ajudar um tio dele que tinha estragado o carro na cidade vizinha.