Vídeo Porno Amador Renata Loirinha Gemendo Com Dedinho No Cuzinho Com O Vizinho Petrolina – Pe

10 seg

Categoria:

Tag: ,

visualizações

10 seg

Categoria:

Tag: ,

Vídeo Porno Amador Renata Loirinha Gemendo Com Dedinho No Cuzinho Com O Vizinho Petrolina – Pe

Vídeo Porno Amador Renata Loirinha Gemendo Com Dedinho No Cuzinho Com O Vizinho Petrolina – Pe

Depois de alguns minutos sempre tem alguns observadores, o que me deixa bem excitada, ai levanto o vestido mostrando minha bundinha com normalmente um fio dental bem enfiadinho! rsrs Não demora muito e sinto algumas mãos na minha bundinha, logo alguém mais assanhado puxa minha calcinha de lado ou tenta tirar ela e na sequencia vem um, dois, três dedinhos levado na minha bucetinha e no cuzinho.

tira o cabaço do meu cu seu negão safado… Me come o rabinho que eu quero essa rola dentro de mim…Arrebitei a bunda, relaxei um pouco e ele posicionou aquela cabeçona na entrada do meu cú, me segurou pela cintura e começou a forçar, para meu espanto, a cabeça entrou sem bloqueio, sem dor… o prazer era indescritível, senti uma tontura louca, senti minhas pregas se abrindo, meu cuzinho tava sendo invadido e quando dei por mim percebi que ele já tinha empurrado quase metade da rola prá dentro da minha bunda… eu gemia de tesão e estava toda arrepiada, ele movimentava levemente aquela tora e me falava no ouvido:– Ta gostando putinha?– hum hum… Pauzudo safado, tá arregaçando meu cuzinho… Fode…– Relaxa que eu quero por tudo. Ele queria que fizesse um filme erótico amador, onde ele seria o diretor e câmera, e eu seria sua atriz principal. Tentei me manter calmo, mas não tava conseguindo, se ele contasse pra minha esposa, ou colocasse na Internet fotos e videos meus… Eu estaria perdido… Estava nas mãos dele…"Mulheres,beijos na bucetinha. Espero que tenha gostado do conto !!! Ps: fiz isso de novo várias vezes , até que a Renata começou a namorar , e eu comecei a namorar a Larissa , que relatarei em breve outras aventuras sexuaisNa estrada, dirigindo sem o maior cuidado, como se fossem donos do mundo, numa temerária e imprudente ultrapassagem, não tiveram tempo de se desviar do enorme caminhão que os atingiu de frente. Com os vizinhos não, mas e com a turma?– Eu nunca imaginaria que um de vocês iria criar caso vendo quatro lindas garotas nuas… vocês não são gays, são?– Não, ninguém é gay, mas talvez vocês nos deixem excitados…– Jura? E se eu te dissesse que é exatamente isso que nós queremos?– Ah, bom… então tudo bem!Elas tiraram os biquínis e ficaram calmamente deitadas, lado a lado, deixando o sol tostar suas brancas peles. Chegando em minha casa aquele sofá ocupando todo o canto da sala, praticamente uma cama, tv enorme, climatizada, aromatizada, praticamente uma suite de motel porém de graça, todos os tipos de bebidas, fui ao banheiro quando voltei pornô bombando na sky, sexo bem leve e tal, ela foi ao banheiro, levou sua mochila, voltou e falou que tava cm fome, imediatamente fiz um pedido era umas 2h da manha, 1h pra chegar a pedida, retornou ao banho, e eu já louco de pau duro vendo aquele porno, quando ela voltou, estava cm uma camisola branca juntamente com uma cinta liga e calcinha branca, atorando aquele rabo gostoso,cheirosa, começamos a se pegar, se atiçar, e o segredo do meu sexo é a tesao que deixo elas antes de botar pra dentro, nessa pegaçao ela começou a me chupar, coloquei a calcinha dela pro lado e chupei todo seu cuzinho que ficava piscando pedindo meu pau quente duro grande e grosso dentro dela, em um certo momento ela parou olhou para a tv e disse nossa, no que olhei uma gostosa de quatro numa dp perfeita, liberando para dois,  dois caras sarados e ticudos metendo bem gostoso, diz ela, nossa deve ser mto bom, pedi se já tinha experimentado, falou que não mas queria, deitei no sofá, ela veio por cima, se empinou toda e olhou para o espelho e disse, adoraria ter um pau me pgando por traz agora além do seu, fiquei imaginando a cena aquele rabo delicioso, toda cheirosa gemendo de tesão cm dois pau bem duro e quente dentro dela, coloquei a cabecinha dentro da sua bucetinha, ela toda molhada, me acariciando de quatro pra porta fa sala, tirei e botei no cuzinho so a pontinha, nisso toca a campainha, e lembramos da entrega, ela se assutou, falei calma, ela sorriu, fiquei onde estava, disse ta aberta, o entregador abriu e quando se deu de cara cm aquele rabo virado para seu lado parou, congelou olhei pra ela e estava congelada, dei 3 a 4 botada, peguei as suas maos e coloquei sobre seu rabo e arregassei bem para que o entregador visse e enlouquecece, deu uma gemida perfeita, olhou para o cara e tava la congelado, como o cara n tinha nenhum atrativo na sua beleza, devia ter uns 35 anos, porte normal,mas bem magro 1,75 de altura,  ela nao falou nada, mas tava bem excitada, continuamos e ele ali, quieto, só olhando, derrepente aquele volume em suas calças quando olha olha pra baixo, e do nada ele tira o pau pra fora, um caralho enorme, grosso e comprido, no minimo uns 23cm, ela viu aquilo e ficou loucaaa, se empinou mais, e fez sinal para cara chegar mais perto, eu por baixo metendo e com dois dedos no seu cuzinho, ja pra deixar pronto, ela abriu a boca, e ele largou aquela tora de rola na sua boca, imediatamente ela o guiou ate sua bunda e disse coloca esse pau no meu cu, que esse rabo quer essa pica, arrebitei sua bunda ele veio e enterrou aqueles 23 centimetros e pouco com jeitinho, e ela louca de tesão gemeu, meu pau rasgado por baixo e o dele por cima, peguei o cel e tirei uma foto, lindo de se ver, bem arrebitada e dois caralhos bem enterrados, no movimento de vai e vem ela queria que gozacemos juntos, e foi o que aconteceu, quando fomos gozar entarramos tudo para dentro, sensação foi maravilhosa de todas as partes,vendo aquele rabo sendo penetrada daquela forma, através do espelho foi naravilhoso, ela  ficou pingando leite assim q saimos da posiçao, o cara ficou louco, nunca tinha pego uma gostosa dessas, a tesão dele era tanta que continuava com aquele monstro duro, fui ao banheiro, tomei uma ducha, voltei e estavao na sala se pegando, ela colocou ele sentando, chegou por cima e botou a rola na bucetinha, e começou mais um round, a bucetinha toda arregassada, pegação total, e eu tranquilo bebendo meu red.

Ela é loirinha, 1,64m, 56kg, faz natação desde os 12 anos. Disse que não mentiria, que estava mesmo vendo pornografia e se masturbando, disse que era humana e que era uma mulher normal, com desejo, mas que recorria aquilo para não expor a família e porque não queria se envolver com ninguém, que era a única forma segura dela se satisfazer para não ficar doente, me disse que sexo era saudável e que deveríamos ver aquilo como natural porque todo mundo se masturba e de novo perguntou se eu me masturbava e disse que desde que meu pai morreu ela nunca mais esteve com um homem e o primeiro pênis ao vivo que ela havia visto neste tempo era o meu e me pediu para não contar porque não havia nada demais e me perguntou se eu também via pornografia, e eu, calado, fiz sinal com a cabeça que sim e ela me perguntou se era tão grave assim e eu falei pela primeira vez depois de surpreendê-la, dizendo que no meu caso era normal e no dela não porque ela era minha mãe, mas ela disse que no caso dela era muito mais normal, porque ela tinha vida sexual ativa e eu era virgem.