Video Porno Caseiro Novinha Vagabunda Dançando Na Rola Com Ex-funcionário De Campos Do Jordão

16 min

Categoria:

Tag: ,

visualizações

16 min

Categoria:

Tag: ,

Video Porno Caseiro Novinha Vagabunda Dançando Na Rola Com Ex-funcionário De Campos Do Jordão

Video Porno Caseiro Novinha Vagabunda Dançando Na Rola Com Ex-funcionário De Campos Do Jordão

Oi tenho 30 anos tudo começou quando minha esposa começou a ver filme porno daqueles que as mulheres colocam a mao toda na buceta ai ela sempre mim pede pra coloca nela mais nunca tive coragem ate o dia que nos estavam fazemdo sexo gostoso quando tava comendo o cuzinho dela ela mim pediu vai amor coloca a mao nessa buceta arronba sua putinha foi qua do eu peguei o lubrificante passei na mao e tentei mete mais nao entrou ai tentei novamente foi quando ela deu um gemido alto vai amor mim arroba ai forçei dinovo ai entrou toda ela quanse desmaiou i gozou muitoooooiFérias passadas na praia, meu sobrinho safado veio de novo passar comigo 20 dias.

– Olha pra ele sua vagabunda, acha que ele sabe que a irmãzinha dele é uma puta?Eu disse falando baixo, e ela apenas gemia, já sem se conter, eu estava a ponto de gozar, então a segurei pelo quadril e diminui o ritmo mas aumentando a força, nesse momento eu soltei um suspiro abafado e meu corpo todo se enrijeceu, como acontece quando temos um orgasmo extremamente intenso, sentia cada jato de porra dentro daquela bucetinha e gemi alto, alto demais, e nesse momento algo inesperado aconteceu. "Eu fudi minha professora nas férias, ela é uma cora de 40 com tudo em cima e ainda casada com um cara muito chato, eu estava na casa dela para ajeitar o computador da filha dela já eram 15:40 e seu marido estava no trabalho e a filha estava na casa de uma amiga , lá estava eu ajeitando e minha prof vem me oferecer um lanche, ela estava linda de shortinho curto e uma camiseta folgada e dava pra ver que estava sem sutiã, eu prontamente aceite imaginando em lancha-la e fomos para a cozinha onde ela fez um sanduiche e suco para mim, eu não tirava os olhos de sua bunda e quando ela virou que me viu paralisado olha sua linda bunda soltou um sorriso e disse que eu estava muito quieto e eu disse a ela que estava com vergonha pois estava achando estranho e ela veio se aproximando e olhou bem dentro dos meus olhos, eu tomei coragem e a beijei ela retribuiu então percebi que era hora de atacar então levei ela para o quarto e meti na buceta gostosa dela ela gemia feito uma loucaÀs vezes, ele passava alguns dias na minha casa, às vezes eu passava alguns dias na casa dos meus tios, e a programação era sempre a mesma: jogar bola, brincar, jogar videogame, uma eventual praia ou clube, e essa era mais uma dessas visitas.

Pegamos camarote e ficamos bebendo a noite toda dançando entre nós, estávamos eu minha irma, minha prima e seu marido e mais o casal de amigos dele.

Antes de tudo permita me apresentar, meu nome é Adriano Ferreira, moro em Campos do Jordão Serra Paulista, tenho 30 anos, 1,83 metros de altura, moreno, olhos verdes, barba estilo lenhador, trabalho com comercio de produtos orgânicos em SP. Antes de tudo permita me apresentar, meu nome é Adriano Ferreira, moro em Campos do Jordão Serra Paulista, tenho 30 anos, 1,83 metros de altura, moreno, olhos verdes, barba estilo lenhador, trabalho com comercio de produtos orgânicos em SP. No meu trabalho entrou uma novata, novinha, muito bonita e daquelas que quando bem estimulada topa qualquer coisa, nos conhecemos e fomos nos aproximando aos poucos, nunca menti pra ela sempre disse que era casado, mas mesmo assim não conseguíamos ficar longe um do outro, ela sempre me provocando e eu resistindo, um dia ela faltou no trabalho, quando estava na hora de ir pra casa ela me ligou, disse que queria falar comigo com urgência, liguei pra minha casa e avisei que chegaria mais tarde. "Faltava apenas três semanas para o fim das aulas e tinha algumas provas chegando! Tínhamos que fazer esse trabalho o mais rápido possível para que pudéssemos começar a estudar para as últimas provas e também para os vestibulares! Uma vez que não tinha mais nada a fazer a respeito do trabalho, eu me levantei e estava puxando minha cadeira para longe deleEssa caseiro se chama Pedro, aparentemente já com seus mais de 40 anos, morava proximo a principal casa da fazenda com sua esposa e seu filho adolescente.