Video Porno De Sexo Brasileiro Puta Com Tesao Gozando Com Piroca Grossa Com Ficante De Barretos – Sp

3 min

Categoria:

Tag: ,

visualizações

3 min

Categoria:

Tag: ,

Video Porno De Sexo Brasileiro Puta Com Tesao Gozando Com Piroca Grossa Com Ficante De Barretos – Sp

Video Porno De Sexo Brasileiro Puta Com Tesao Gozando Com Piroca Grossa Com Ficante De Barretos – Sp

Esfreguei a ponta do meu indicador em seu cofrinho, ouvi uma risadinha. Tenho seios pequenos, bunda média e durinha, cochas proporcionais, nem finas e nem grossas, cabelos comprido e liso. Sentei na cadeira e fiquei esperando pra ver o que ela iria fazer.

Deduzi que a punheta foi deliciosa, olhei para seu short e vi uma mancha bem na altura da cabeça da sua piroca. Mas claro que não ia perder a oportunidade de sentir o cheiro que eu apenas podia imaginar até alguns minutos atrás.

– Não tem jeito, papi…os amantes europeus não são como os brasileiros… aliás, não são como você, o melhor de todos.

Os vídeos pornô para nós fazem o papel de afrodisíaco e apimentam em muito nosso sexo, principalmente os de zoofilia, quando mulheres fazem sexo com cachorro, ela fica excitadíssima.

Quando um homem de mais ou menos 18 anos passa me fitando com uma cara de safado. Seu cuzinho, melado pelo lubrificante natural que escorrera de sua buceta e lubrificado com gel intimo, recebeu minha tora inteira, até o talo, ela fez uma expressão de que sentia um pouco de dor, mas nada insuportável.

não saia da minha cabeça!Ela também escolheu um vídeo de uma coroa loira linda que adora pegar numa piroca, para você ver depois de ler o conto.

Nossa! Como eram gostosas as transas da época da faculdade… estava revivendo ali algumas das boas!Deitou no sofá e ele a comeu de ladinho, viu ela gozando e tirou o pau de dentro da xotinha e gozou na barriguinha dela. Levantei e baixei sua bermuda deixando a mostra um pau delicioso, duro feito uma rocha e babando de tesão.

Não é uma festa de peão como aquela famosa de Barretos, mas dá um agito e tanto na cidadezinha!E eu tinha sido escolhida para ser uma das garotas que ficam de chapéu, botas, camisa xadrez e shortinho, desfilando e ajudando os vaqueiros depois que eles caem e se machucam um pouco.

Isso acontecia pelo menos umas três vezes por semana.