Vo do meu amigo pelada na cam

Vo do meu amigo pelada na cam

Vo do meu amigo pelada na cam

Já no domingo, depois que voltei do centro, busquei a cadela,dei um outro banho nela, e trouxe de volta pra dentro de casa; ela estava toda desconfiada e assustada, talvez porque estava adivinhando o que eu ia fazer com ela, cuspi no dedo e coloquei na sua bucetinha; fiz várias tentativas até ela se acostumar com meus três dedos nela , não foi fácil!!Fiquei peladão, depois de muito treino num abre e fecha da bucetinha da filosinha, eu estava preparado para descontar na minha cadela todo ódio que tinha no membro inferior debaixo, nela !! Segurei o seu traseiro lubrifiquei bem a bucetinha dela e o meu caralho com gel lubrificante…virei o traseiro da cadela e pus a cabeça da minha pica na buceta da minha amiguinha, mais não entrou! Depois de duas tentativas arrumei um jeitinho e penetrou a cabeça deu pra sentir o calor dela quando me preparei para empurrar com mais força nela,ela deu um latido, alto e rápido, eu tomei um susto! Então peguei ela pelas patas traseiras levantei e dei duas palmadas de quatro dedos na sua bucetinha e ela não conseguiu ficar em pé por causa da dor e do mendo, eu senti muito prazer quando vi aquela cadela, daquele tamanho se torcendo toda,choramingando pelos cantos sem poder se defender de mim e sendo minha vitima,meu pau começou a babar e latejar rapidamente como estivesse soluçando, eu estava usando meu lado sádico nela.

O marido por sua vez olhava tudo sem participar, ele então foi para o banheiro e foi utilizar a sauna de lá ele ouvia sua esposa gemendo em minha pica e gozando por mais de uma hora comendo essa maravilhosa mulher demos uma pausa, ele o marido então voltou ao quarto e sentou na cama e disse: Não sei o que eu fiz sou apaixonado por minha esposa e trouxe ela aqui hoje para outro homem comer ela na minha frente, será que estou ficando doido, eu então para amenizar oi arrependimento dele disse, meu amigo você trouxe sua esposa para realizar sua fantasia e eu poder dar prazer a ela foi o que aconteceu ou não.